Bomba: Brasil pode perder Fórmula 1 graças a crise finaceira e política

Bomba: Brasil pode perder Fórmula 1 graças a crise finaceira e política

 

formula1-logo

A notícia choca. O site português autoportal.com noticiou que o GP Brasil de Fórmula 1 pode ser cancelado. Motivo? Simples: a grave crise econômica e política que está abalando o país no momento. Assim, uma das mais tradicionais provas da Fórmula 1 correr sério risco de ficar de fora depois das grandes reformas que o Autódromo de Interlagos, aqui em São Paulo, passou.

734987939-mapa-de-setores-de-interlagos-para-o-grande-premio-do-brasil

O húngaro, naturalizado brasileiro Tamas Rohonyi, responsável pelo Autódromo de Interlagos e organização do GP Brasil explica a situação. ”Não há dinheiro. As grandes empresas estão reduzindo os seus investimentos em publicidade e, mesmo mantendo a presença no GP Brasil, investem menos. E os custos do evento, por outro lado, aumentam sem parar”, lamenta, lembrando ainda que as economias emergentes, onde os governos locais apoiam este tipo de iniciativa como forma de dar maior visibilidade ao país têm-se mostrado concorrência forte.

Tamas Rohonyi

Tamas Rohonyi

Bernie Ecclestone está preocupado com o cancelamento da tradicional prova brasileira e Rohony considera que o “baixinho rabugento” da F1 está se empenhando para a realização do GP:” Fazer um grande evento internacional na situação atual é difícil. Não impossível. E será feito conforme os contratos em vigor pelo menos até 2020. O Bernie não falou de 2016 e sim de um processo que vem a ser feito para reconfigurar os gastos no futuro”, explicou. Assim, a organização acredita que conseguirá, assegurar a prova. O futuro é um grande ponto de interrogação. E agora dona Dilma? Tem jeito?

 

Sem Comentários

Insira um Comentário