“Linha Family”, o scooter para transportar até quatro pessoas

“Linha Family”, o scooter para transportar até quatro pessoas

Scooter 4 lugares

Três, quatro pessoas numa moto – além de proibida, a prática implica em riscos ao condutor e aos passageiros. Apesar disso, a prática é comum Brasil afora. Em outras cidades, os moto taxistas também gostariam de poder carregar mais passageiros ou ter condições de acomodar bagagem. Atento a essas questões, o engenheiro civil Gilmar Henriques de Souza, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), desenvolveu uma disposição construtiva que amplia a capacidade de transporte de veículos ciclomotores.

Street 4 lugares

A “linha Family” idealizada por Gilmar visa atingir veículos como motocicletas, motonetas, scooters com motorização superior a 50 cilindradas. “Poderíamos carregar mais pessoas em segurança a um custo acessível ao consumidor de menor renda”, avalia Gilmar.

Os ciclomotores da “linha Family” terão chassi mais longo, sobre o qual se instala um banco com três ou quatro assentos, corrente de transmissão da engrenagem motora do câmbio, interligada ao motor e à engrenagem movida que é integrada à roda traseira do veículo. O projeto ainda conta com molas e amortecedores dianteiros e traseiros com capacidade adequada para suportar peso equivalente a até quatro pessoas, com bagageiro de cargo.

Gilmar Henriques de Souza

Gilmar Henriques de Souza

Gilmar já patenteou o projeto da “linha Family” e busca investidores para sua comercialização, seja por meio da venda da patente ou de licenciamento.

 

Sem Comentários

Insira um Comentário