Dica: a maneira correta de usar a transmissão automática

Dica: a maneira correta de usar a transmissão automática

cambio-automatico-vermelhoscar-2014

Cada vez mais presente no dia a dia dos motoristas brasileiros, o câmbio automático facilita muito a condução do veículo. Mas também requer alguns cuidados para evitar possíveis danos à transmissão e prolongar sua vida útil.

Funcionamento

A transmissão automática elimina o conjunto platô e disco (embreagem) e adota o conversor de torque, que trabalha com fluido hidráulico em seu interior, além de pacotes de discos de fricção, tambores e cintas externas. As trocas são feitas pela alavanca seletora, que modula eletronicamente os solenoides de troca de marchas. Eles administram as pressões hidráulicas com diversos discos de fricção e tambores com cinta externa, além de um conjunto de caixa-satélite. Esse conjunto faz a engrenagem das marchas de acordo com a necessidade do veículo ou intenção do motorista. Caso a marcha selecionada seja incompatível com a velocidade desenvolvida, o sistema impede a engrenagem para evitar danos no câmbio e no motor do veículo.

Durante a condução

Para prolongar a vida útil do sistema de transmissão automática, tenha estes cuidados:

  • Ao estacionar, evite sobrecarga no sistema de transmissão. Para isso, é necessário que, ao parar o veículo, a alavanca de seleção seja colocada na posição N – “neutro”. Em seguida, o freio estacionário deve ser acionado e, para finalizar, direcione a alavanca de seleção para a posição P – “parking”. Isso evita que a alavanca fique presa.
  • No momento de realizar uma baliza ou qualquer tipo de manobra que exija a utilização do R, “reverse” (marcha à ré), é de extrema importância que o veículo não esteja em movimento; ou seja, pare completamente o veículo e então mova a alavanca seletora para a posição R. A mesma regra serve para o P, “parking”: ao selecionar a posição P com o veículo em movimento, o forte tranco gerado com certeza vai danificar a transmissão do carro.
  • Em caso de decidas íngremes, evite colocar o veículo na posição N. Além de ocorrer o desgaste excessivo dos freios, o câmbio do seu automóvel vai funcionar com menos lubrificação. Para evitar possíveis danos ao sistema de transmissão nessas condições, é recomendado usar o sistema de redução do câmbio. Como os veículos podem variar de acordo com seu projeto, as posições disponíveis na alavanca seletora também variam, assim como o comando de seleção de marcha. Esse comando pode ser no volante ou até mesmo na coluna de direção. Portanto, é necessário verificar no manual do veículo quais são as posições e sua correta utilização.

 

Sem Comentários

Insira um Comentário

0Shares