Tecnologia: carro autônomo Delphi RoadRunner celebra seu 1º aniversário

Tecnologia: carro autônomo Delphi RoadRunner celebra seu 1º aniversário

Ilustração Delphi

Após completar a primeira viagem de maior condução autônoma na América do Norte – viajando de São Francisco a Nova Iorque – em 2015, a Delphi agora celebra o primeiro aniversário do veículo que alcançou essa conquista completando uma viagem com 99% de condução autônoma.

Essa viagem de costa a costa coletou três terabytes de dados. Agora, com cada projeto autônomo, a Delphi consegue coletar uma média de três petabytes de dados, dependendo da quantidade de tempo de direção necessário para cada teste. Segue uma perspectiva para comparar: a estimativa mostra que o cérebro humano tem a habilidade de guardar memórias que equivalem a aproximadamente 2,5 petabytes de dados binários.

Last year, Delphi’s automated car drove itself across the country. In January at CES, Delphi will demonstrate the next step in something it is calling V2Everything. Delphi’s car will “talk” to other cars, to pedestrians and cyclists crossing the street, to traffic lights and signs, parking garages, coffee shops and burger joints. Widespread adoption of the active safety Delphi is working on has the potential to cut traffic fatalities in half. (Photo by John F. Martin for Delphi)

O time de engenharia da Delphi continuou a trabalhar, aperfeiçoar, inventar e inovar no design do projeto. Na verdade, o veículo autônomo da Delphi – chamado de Delphi RoadRunner – recebeu atualizações significativas em 2015. Na CES 2016 (Consumer Electronics Show) a empresa apresentou o conceito V2E (vehicle-to-everything), que incorpora diversas tecnologias desenvolvidas pela Delphi e eleva a condução autônoma a outro patamar, permitindo que o veículo se comunique com ruas, sinais de trânsito

 

Sem Comentários

Insira um Comentário

0Shares