Fórmula 1: Vettel é repreendido por Arrivabene pelo “bate boca” com Kvyat

Fórmula 1: Vettel é repreendido por Arrivabene pelo “bate boca” com Kvyat

2015951520635_AP_154107606774_II

Levou um puxão de orelha e, ao que tudo indica bem doído! Isso aconteceu com o alemão Sebastian Vettel que levou um “pito” do chefe de equipe da Ferrari, Maurizio Arrivabene, a suas s criticas à manobra do russo Daniil Kvyat na primeira curva do GP China, neste domingo.

Vettel Kvyat de ser o culpado pelo “toque”  entre os dois pilotos da Ferrari. O russo aproveitou o espaço por dentro da curva e Vettel, quando se ligou, teve de abrir para evitar o choque, acabando por tocar em Raikkonen, que seguia por fora. A manobra do russo foi motivo para uma troca de palavras na amigáveis antes do pódio, com Vettel acusando Kvyat de “louco” e de ter sido o causador do incidente, reiterando as acusações já no pódio.

PA1894545.0036

Mas “ il cappo” Maurizio Arrivabene considera injustas as acusações de Vettel. “Não devemos apontar o dedo. São corridas, não é o monomarca”, observou, desvalorizando a manobra do piloto russo da Red Bull. “Kvyat chegou à curva em alta velocidade, mas Seb e Kimi teriam feito o mesmo na sua posição”, explicou Arrivabene em declarações à imprensa italiana. “Mas se os nossos dois pilotos colidem, não é bom”.

Talvez a razão para a reação de Vettel estivesse ligada ao fato de que Sergio Marchionne, CEO da Ferrari, acompanhou a prova do box de sua equipe acompanhando o GP chinês. “Marchionne sabe o que são as corridas e não gostou, como eu, do que viu. Acho que, que em circunstâncias normais, tínhamos boas hipóteses de vencer”, observou Arrivabene

f1-arrivabene-ferrari-marchionne-in

“Que os dois pilotos da Ferrari colidem não é o que se espera deles. Mas isso causa mais dor a mim do que a eles, sou sincero. Vettel desculpou-se, teria feito o mesmo também, a boa notícia é que se recuperou, e estou satisfeito com isso”, realçou Marchionne. “Vejo uma Ferrari que cresceu, gosto disso. É como uma criança que cresce e, às vezes, irrita o pai . Mas o carro está bom e temos de continuar assim”, acrescentou o presidente da FCA.

 

Sem Comentários

Insira um Comentário