Magneti Marelli inaugura nova “sede” na China, em Xangai

Magneti Marelli inaugura nova “sede” na China, em Xangai

LOGO MAGNETI MARELLI

A Magneti Marelli acaba de inaugurar seu novo “quartel general” na China. As novas instalações hospedam as equipes dedicadas a funções administrativas e comerciais das divisões Powertrain, Iluminação Automotiva, Sistemas de Exaustão, Suspensões e pós-venda. O novo edifício abriga também centro de Pesquisa e Desenvolvimento para as divisões Powertrain e Iluminação Automotiva.

“O investimento realizado nessa nova sede – comentou Pietro Gorlier, CEO da Magneti Marelli – pretende reforçar ainda mais a presença da Magneti Marelli na China, oferecendo maior flexibilidade, eficiência e capacidade de resposta no apoio ao desenvolvimento local de soluções tecnológicas em atendimento às exigências do mercado, satisfazendo de maneira adequada e com o maior foco nas necessidades dos seus clientes nesta área crucial para o mercado automotivo”.

A nova estrutura de gestão está localizada, mais precisamente, em Jujin Road, na região nordeste de Pudong, cobrindo uma área de mais de 22.000 metros quadrados, dos quais cerca de 6.500 são dedicados aos dois laboratórios de P&D. A nova sede acomodará cerca de 550 pessoas até o final de 2016, alcançando cerca de 700 pessoas em 2018, dentre as quais mais de 350 serão engenheiros e técnicos envolvidos nas atividades de P&D e desenvolvimento de produtos.

“Vinte anos: uma longa jornada durante a qual a Magneti Marelli tem crescido com a indústria automobilística chinesa, porém, um futuro de maior prosperidade ainda está para ser escrito” – afirmou Sylvain Dubois, presidente da Magneti Marelli China. “A Magneti Marelli China está acelerando o seu crescimento com várias novas plantas em fase de ramp up. Estamos implementando as nossas tecnologias de maneira decisiva para oferecer nossas mais recentes inovações para os mercados chinês e asiático. O importante investimento realizado em P&D atesta o quanto consideramos clientes e inovação como o centro da nossa estratégia para a China.”

As atividades do laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento de Powertrain na nova sede em Xangai focalizará o desenvolvimento de soluções e componentes estratégicos para os segmentos de sistemas híbridos, eletrônica e tecnologias eletromecânicas. O interesse do mercado chinês em sistemas híbridos e propulsão elétrica tem registrado forte crescimento nos anos recentes, com volume de produção de aproximadamente 170.000 sistemas híbridos em 2015 e crescimento estimado em 49% para 2016 (fonte de dados IHS março 2016).

Além dos sistemas para gasolina e de injeção direta GDI, das unidades de controle eletrônico para motores e transmissões e dos coletores de admissão, o laboratório de P&D da Powertrain também se dedicará ao desenvolvimento de tecnologias e sistemas para veículos de duas rodas. Completam esse centro de P&D as instalações e máquinas para testes de confiabilidade e avaliação qualitativa.

O laboratório de P&D da Automotive Lighting, por sua vez, se encarregará do desenvolvimento e adaptação, para os mercados chinês e asiático, de tecnologias de iluminação – dianteira e traseira – já sedimentadas, confiáveis e com larga escala produtiva, como a halógena. O laboratório de iluminação também deve trabalhar com tecnologias mais avançadas, representadas pelas aplicações de LEDs, com suas características diferenciais em termos de segurança, durabilidade, redução do consumo de combustível e de emissões, além do design. Os 1.500 metros quadrados de superfície serão ocupados por laboratórios de pesquisa dedicados aos campos da ótica, eletrônica, simulação térmica e ensaios de homologação e validação do produto.

A nova sede da Magneti Marelli na China vem ampliar o espaço necessário para acomodar todas as funções e pessoas dedicadas ao gerenciamento das atividades da empresa naquele país, que cresce desde 1996 e, particularmente, na última década.

mm

A produção de automóveis na China em 2015 registrou volume superior a 24 milhões de veículos, equivalendo a um aumento de 4,5% em relação a 2014 e o mercado chinês representou, para a Magneti Marelli, em 2015, mais de 550 milhões de Euros (incluindo também as JVs não consolidadas), empregando aproximadamente 3.500 funcionários.

O início das operações da Magneti Marelli na China se deu em 1996, em Guangzhou, com atividades relacionadas a sistemas eletrônicos. Assim, a empresa celebra 20 anos de atividades no país, com investimento estimado em mais de 300 milhões de euros no período.

As 11 unidades da sistemista na China estão localizados em várias áreas do país: Xangai (Sede, P&D / Engenharia, Powertrain em JV com SAGE), Wuhu (Automotive Lighting e Powertrain), Guangzhou (Sistemas Eletrônicos), Hangzhou (Amortecedores em JV com Wanxiang Qianchao Company), Changsha (Sistemas de Exaustão com Fiat / GAC), Changchun (Powertrain em JV com Fudi), Hefei (Sistemas de Exaustão em JV com JAC e Lingdatang), Foshan (Iluminação Automotiva) e Xiaogan (Iluminação automotiva em JV com CSI).

 

Sem Comentários

Insira um Comentário