Novidade: Nissan equipa March e Versa com o novo câmbio XTRONIC CVT®

Novidade: Nissan equipa March e Versa com o novo câmbio XTRONIC CVT®

March_e_Versa___Linha_de_Producao_2

A Nissan aposta em mais uma novidade para o segmento de carros compactos com a finalidade de oferecer melhor em conforto, desempenho e consumo: a transmissão XTRONIC CVT® para o Nissan March e o Nissan Versa, modelos que são produzidos pela marca em seu Complexo Industrial de Resende (RJ). Essa nova opção de transmissão da linha de compactos da marca japonesa chega para se posicionar como uma das melhores do segmento. Afinal, é mais que automático. É XTRONIC CVT®.

March_7_8_Frente

Por ser atrevida, a Nissan optou pela caixa continuamente variável XTRONIC CVT® para equipar as novas versões do Nissan March e do Nissan Versa. Trata-se de uma transmissão reconhecida mundialmente e difundida em modelos da marca de segmentos superiores como Sentra e Altima e em crossovers vendidos em diversos mercados pelo mundo como Qashqai, Juke e Murano.

Versa_3_4_Frente

Com a novidade, que passa a estar disponível para as versões equipadas com motor 1.6 16V, a Nissan disputará uma fatia do mercado que tem clientes cada vez mais interessados nesse tipo de transmissão: 40% dos futuros compradores de carros compactos quer um automático e 95% dos atuais donos de um modelo sem pedal de embreagem afirmam que seu próximo veículo também terá este recurso. Dessa maneira a Nissan atacará concorrentes diretos como os Chevrolet Onyx e Prisma, os Hyundai HB 20 e os Toyota Etios, além dos Volkswagen Gol, Fox e Voyage.

“A Nissan está firme em seu posicionamento ‘Quem se atreve vai além’. A cada lançamento trazemos produtos que oferecem mais que os concorrentes e sempre com a tecnologia japonesa. O Nissan March e o Nissan Versa XTRONIC CVT® é mais uma prova disso. Seremos os únicos do segmento a ter a transmissão continuamente variável, que é usada e aprovada por clientes de segmentos superiores”, afirma François Dossa, presidente da Nissan do Brasil.

A Nissan chega, assim, seguindo sua filosofia de Mobilidade Inteligente (Intelligent Mobility) com um sistema que traz muita tecnologia embarcada e oferece o melhor em desempenho e conforto. O câmbio continuamente variável, por exemplo, não dá os famosos trancos nas trocas de marchas das caixas automáticas tradicionais, pois não funciona com engrenagens, mas sim com duas polias que variam de tamanho de acordo com a velocidade requisitada na condução. Tudo para entregar conforto, desempenho e economia de combustível.

March___7_8_Traseira_3

A transmissão XTRONIC CVT® é constituída de duas polias de diâmetro variável, ligadas por uma correia metálica, sendo que a Primária (conhecida como condutora) recebe o torque do motor e a Secundária (ou conduzida) o transmite ao diferencial. Cada polia tem dois cones que se afastam ou se aproximam, diminuindo ou aumentando a largura do canal onde passa a correia, elevando ou reduzindo a velocidade do carro de acordo com as demandas do pedal do acelerador.

Versa___7_8_Traseira

Quando os cones estão juntos, esse canal fica mais estreito e o raio da polia aumenta. Em marcha reduzida, a polia condutora apresenta um raio menor (cones afastados), enquanto a polia conduzida fica com raio maior. Na medida em que o carro acelera, o movimento das polias se inverte e a relação de marcha fica maior. A distância entre as polias é fixa, como também o comprimento da correia. Assim, o XTRONIC CVT® apresenta uma infinidade de marchas entre as menores e maiores relações.

A caixa que equipa os modelos Nissan March e Nissan Versa é da última geração produzida pela Nissan para o segmento de veículos compactos e é adotada em vários países do mundo. Agora, ela faz sua estreia no mercado brasileiro. Produzida pela Jatco, empresa do grupo Nissan, o câmbio XTRONIC CVT® dos compactos produzidos em Resende utiliza a mesma tecnologia que entrega muito conforto aos proprietários de Sentra e Altima, mas em um tamanho menor, adequado aos dois veículos.

March___Cambio_CVT_3

Uma das novidades dessa caixa de última geração é o sistema “Lock Up” com Active Slip Control. Com ele, o XTRONIC CVT® obtém acelerações com respostas mais vigorosas e sem alternâncias, pois “segura” a polia e a solta de forma gradual para que o torque seja transmitido de forma linear e rápida.

Com uma caixa compacta e avançada em mãos e conhecendo as necessidades de uso do consumidor brasileiro e os pavimentos e condições de rodagem do dia a dia, a engenharia da Nissan do Brasil trabalhou a calibração da transmissão do Nissan March e do Nissan Versa de forma a atender às principais necessidades dos clientes: obter conforto, desempenho forte e economia. Assim, os carros equipados com o XTRONIC CVT® entregam aceleração vigorosa e linear, especialmente nos momentos de arranque dos veículos, condução de sustos e trancos e, claro, com a economia de combustível (o Nissan March e o Nissan Versa receberam nota “A” no programa de eficiência energética do Inmetro).

A nova estrutura principal do XTRONIC CVT® para veículos compactos da Nissan é baseada na mesma aplicada no segmento dos médios, com otimizações para os veículos compactos. O diâmetro da engrenagem expandido (4,0-4,8), medido pelo maior lado, que proporciona um raio de cobertura de 8,7 – o maior do segmento de compactos. Para se ter uma ideia do que isso representa, o New European Driving Cycle (NEDC), ciclo de consumo e emissões que regula os veículos na Europa e um dos mais rigorosos do mundo, exige um mínimo de 8.0 no “mundo real” de condução para que a transmissão.

March____Cabine

Com a adoção de uma nova correia com maior área de contato, houve melhora na capacidade de transmissão de torque por conta do novo formato, o que amplia a área de contato. Além disso, houve aumento na rigidez da polia. Isso assegura uma capacidade de torque estável mesmo nos estados transitórios de mudança de velocidades. E com menos pressão de contato, reduz-se a fricção interna em cerca de 5%.

Outra melhoria nessa geração de transmissão continuamente variável para veículos compactos está na otimização da bomba de óleo. Foi abolida a válvula de controle de entrada do óleo e a geometria da área de sucção foi modificada. Assim, a engenharia obteve a redução do nível de atrito da peça em 30% em comparação com a anterior.

A Nissan também utiliza o método de partícula para visualização do fluído do XTRONIC CVT®. Isso melhora a geometria da câmara e também do diferencial, para a drenagem do fluído e redução da resistência na câmara em 40%.

Entre os compromissos da Nissan com seus clientes está o equilíbrio entre o bom desempenho do veículo com a economia de combustível. Com as modificações e um peso menor, o XTRONIC CVT® de nova geração que agora equipa os Nissan March e Nissan Versa proporciona o melhor desempenho em consumo de combustível, já que mantém a rotação do motor adequada e torque sobre todas as condições de condução.

Dessa forma, os dois modelos obtiveram nota “A” no Programa Brasileiro de Etiquetagem, do Inmetro, em suas categorias. Os dois modelos da Nissan também receberam o selo do Conpet para veículos leves, concedido aos modelos que participam do programa de etiquetagem que atingem grau máximo de eficiência energética. Reproduziram os resultados das suas versões equipadas com câmbio manual.

Com etanol, o Nissan March 1.6 16V obteve no programa 7,8 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada, enquanto faz 12 km/l na cidade e 15 km/l na estrada quando equipado com gasolina. O Nissan Versa 1.6 16V fez 7,8 km/l (cidade) e 10 km/l (estrada) e 12 km/l (cidade) e 14 km/l (estrada) com gasolina.

A eficiência em consumo dos modelos da Nissan é um resultado direto do Green Program 2016 (NGP2016), plano de ações ambientais que tem como meta a redução das emissões nas atividades da companhia e de seus produtos. Em 2014, a Nissan reduziu em 2% as suas emissões globais ao mesmo tempo em que sua produção mundial de veículos cresceu 5,1%. Até o ano fiscal 2013 (que terminou em março de 2014), a companhia havia reduzido 15,4% as emissões de CO² em suas atividades corporativas. Por conta disso, a Nissan tirou 100 (nota máxima) no relatório CDP Global 500 Climate Change 2014, sendo incluída no índice de liderança para divulgação climática do órgão.

E como o conforto que o cliente desse segmento exige não se resume ao fim dos trancos durante a condução. Ele também demanda mais tranquilidade no interior da cabine em relação aos ruídos. Por isso, a Nissan aperfeiçoou o isolamento acústico dos veículos para que a aceleração em crescimento não incomode os ocupantes. Os para-brisas têm, por exemplo, tratamento para reduzir ruídos, e o painel, especialmente a parte superior, tem materiais fonoabosrventes mais densos.

O XTRONIC CVT® dos Nissan March e Nissan Versa conta também com a função “Overdrive”. Um botão na lateral da alavanca do câmbio permite ao motorista mudar o regime de rotação do motor para uma maior faixa de giro, proporcionando melhores respostas nas acelerações. A opção traz vantagem nas ultrapassagens de veículos, acelerações em subidas, frenagem de alta velocidade nas curvas e permite a redução de velocidade pelo freio motor.

O câmbio XTRONIC CVT® estará disponível, já como ano-modelo 2016/2017, nas versões 1.6 16V SV e SL para o Nissan March e nas versões 1.6 16V SV, SL e Unique do sedã compacto Nissan Versa. O lançamento da nova opção de transmissão, porém, não elimina a versão manual (apenas no Unique).

Além disso, há novidades nos acabamentos para a linha 2017. As principais para o Nissan Versa são mudanças de versões e conteúdo. A versão de entrada 1.0, por exemplo, passa a se chamar 1.0 Conforto. Os itens de série do pacote “Pack Plus” foram incorporados às versões de entrada e a versão 1.6 SV sem o “Pack Plus” passa a se chamar 1.6 S. Assim, as versões base ficam mais equipadas. O Nissan Versa conta agora com vidros elétricos nas quatro portas de série, além do ISOFIX disponível a partir da versão 1.6 SV.

March___Movimento_2

Assim como o Versa, os conteúdos dos pacotes “Pack Plus” e “Pack Multi” para o Nissan March também foram incorporados nas versões de entrada. Sendo assim, tanto para o March quanto para o Versa, não haverá mais esses dois pacotes. Os March terão preços de R$ 54.090 (versão SV CVT) e R$ 58.390 (SL CVT). Já os Versa terão três modelos com valores de R$ 57.990 (SV CVT), R$ 64.690 (SL CVT) e R$ 66.290 (Unique).

Versa___Movimento

Para conhecer o novo câmbio XTRONIC CVT foi realizado um teste drive de cerca de 160 quilômetros por um pequeno trecho urbano e muita estrada. Ponto muito positivo para o conjunto motor/câmbio que foram acertados corretamente transformando os compactos – March e Versa – em excelentes opções para os consumidores brasileiros que almejam mais, a cada dia, câmbio automáticos em seus carros.

Sem Comentários

Insira um Comentário