GP da Europa: Lewis Hamilton se “embanana” com botões da direção

GP da Europa: Lewis Hamilton se “embanana” com botões da direção

MONTMELO, SPAIN - MAY 15:  Lewis Hamilton of Great Britain and Mercedes GP before the drivers parade ahead of the Spanish Formula One Grand Prix at Circuit de Catalunya on May 15, 2016 in Montmelo, Spain.  (Photo by Mark Thompson/Getty Images)

O problema de limitação na comunicação entre os engenheiros e os pilotos durante as corridas de Fórmula 1 deram origem a alguns momentos de tensão (e também hilariantes…) no GP da Europa. Lewis Hamilton e Kimi Raikkonen protagonizaram curiosos diálogos com os seus engenheiros, quando pediram ajuda para resolver problemas que surgiram durante a corrida.

Hamilton queixava-se de falta de potência, depois de perceber que tinha um dos comandos do volante na posição errada, enquanto Kimi Raikkonen sentiu uma perda de potência e pediu ajuda. Por mais que tentassem, os engenheiros apenas lhes diziam que não podiam ajudar.

000_C25GH-1170x400

“Não sei do que está falando”, gritou Hamilton com seu engenheiro, que tentou contornar de todas as formas os regulamentos para o ajudar a reverter uma configuração errada no mapeamento de motor. O inglês via uma mensagem de erro no visor, mas não sabia o que fazer. “Não tem nenhum problema, Lewis. É apenas uma configuração diferente”, dizia o engenheiro. No final da corrida, Niki Lauda revelou que o mesmo aconteceu com Nico Rosberg, mas o alemão “mudou a configuração rapidamente”. Hamilton disse que o carro voltou ao normal “sozinho”.

Sinais “estranhos” no visor também atrapalharam Kimi Raikkonen. O finlandês começou a ver indicações de alerta a piscar e questionou o engenheiro se “é o mesmo problema da última corrida”. O piloto não ficou satisfeito com a resposta de “não posso dizer, Kimi” do engenheiro da Ferrari. E reagiu: “Mas não pode dizer só sim ou não?! Mas que regras mais estúpidas!”

 

Sem Comentários

Insira um Comentário