Campanha da Shell traz um carro como estrela do picadeiro

Campanha da Shell traz um carro como estrela do picadeiro

Shell Helix_Namakaca 1

Quantas metamorfoses um carro pode sofrer? Datado de 1973, o automóvel do grupo circense Namakaca era a mascote da trupe. Não por acaso apelidado de Tétano, foi totalmente transformado para atender a espetáculos de palhaços, com direito a cama elástica no banco traseiro. O antigo apelido não cabia mais: Tétano foi promovido a Besouro Mutante, quarto integrante da trupe e, agora, protagonista do terceiro episódio da web-série “Um Carro Não Conta Só km, Conta Histórias”, desenvolvida pela área de lubrificantes da Shell. O vídeo, disponível nas plataformas digitais da empresa a partir do dia 18, encerra a web-série que aborda a relação de parceria do brasileiro com seu carro.

“O apelo afetivo da campanha abre espaço para destacar a importância que os carros têm para seus proprietários”, afirma Leila Prati, diretora de Desenvolvimento de Negócios da Shell. “A linha Shell Helix oferece opções modernas para atender às mais diversas especificações das montadoras”, completa a executiva.

Shell Helix_Namakaca 2

A web-série já contou duas outras histórias reais de donos de carros que têm uma relação especial com seus automóveis. O primeiro vídeo mostrou a rotina da banda Folk na Kombi, que utiliza o veículo como palco e sede de fã clube; já o segundo episódio comprovou que o carro também pode ser um parceiro de aventuras com a história do fotógrafo Daniel Cotallessa, que conta com a ajuda do seu automóvel para garantir os melhores cliques.

A campanha se despede com o concurso cultural “Retribua com Shell Helix”, que vai do dia 15 de agosto a 26 de setembro e premiará com lubrificantes Shell Helix para a vida inteira o autor da história mais emocionante de parceria com o seu carro.

 

Sem Comentários

Insira um Comentário