Saúde: catalisador desgastado agrava efeitos do tempo seco na saúde

Saúde: catalisador desgastado agrava efeitos do tempo seco na saúde

catalisador_em_corte_b

O inverno traz, além das temperaturas amenas, a baixa umidade do ar e o tempo seco. Essas condições associadas aos níveis de poluição atmosférica agravam a ocorrência de doenças respiratórias e alergias. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a poluição do ar causa mais de 3 milhões de mortes prematuras ao ano. Por esse motivo, a verificação do funcionamento dos catalisadores automotivos, responsáveis por reduzir a emissão de poluentes produzidos por motores à combustão, é essencial durante a estação mais fria do ano. A dica é da Umicore, principal fabricante de catalisadores automotivos do País.

O catalisador é responsável por transformar até 98% dos gases tóxicos da queima do combustível do veículo em vapores inofensivos, sendo um componente fundamental para o controle de emissões, meio ambiente e saúde da população, principalmente em grandes centros urbanos onde a concentração de automóveis é alta.

Os motoristas podem contribuir com a qualidade do ar das cidades realizando revisões no sistema de exaustão dos veículos. “Catalisadores ineficientes, desgastados, ou até mesmo falsificados, contribuem para o aumento da emissão de poluentes e para a piora das condições do ar”, afirma Claudio Furlan, gerente Comercial da Umicore Brasil.

A revisão do componente também torna possível detectar e solucionar com mais agilidade outros problemas do veículo. “A manutenção pode ser feita através da utilização de scanner para detecção de códigos de falha do sistema de controle do motor”, explica Furlan. Desta forma é possível detectar não só o mau funcionamento do catalisador como possíveis falhas de componentes que podem abreviar a vida do mesmo como bicos injetores, velas, cabo de velas e sensores. “Veículos em boas condições poluem menos e economizam combustível”, alerta o especialista.

Além do catalisador, é importante verificar outros sistemas do automóvel que influenciam na exaustão de gases poluentes, como o de ignição, o de arrefecimento do motor e, por fim, o de alimentação de ar e combustível.

 

Sem Comentários

Insira um Comentário