Exposição: “As Cores do Sagrado”, com aquarelas do artista Carybé

Exposição: “As Cores do Sagrado”, com aquarelas do artista Carybé

car_me1207_dacb-p22

“As Cores do Sagrado”, a exposição de Carybé que inaugura sábado, 10 de dezembro, na Caixa Cultural São Paulo tem como curadora a filha do artista, Solange Bernabó. No total, são 50 obras do artista que tem como principal fonte de inspiração as tradições do candomblé. A seleção buscou privilegiar a sintonia entre técnica e fases do artista. As Cores do Sagrado já passou por Salvador, Recife e Rio de Janeiro. A mostra fica em cartaz até 28 de fevereiro de 2017, com entrada franca.

car_me1532_dacb-p25

As imagens presentes na exposição foram produzidas ao longo de 30 anos de pesquisas, entre 1950 e 1980, e são registros de vivências pessoais do artista nos terreiros de candomblé que frequentava.

Carybé

e7ac568b44d2d3988d3b11d835d59dda

Argentino no nascimento (Lanus, 1911), carioca por criação e baiano por opção, Carybé foi um dos mais produtivos e inquietos artistas que o Brasil abrigou. Pintor, escultor, ilustrador, desenhista, cenografista, ceramista, historiador, pesquisador e jornalista, Carybé, falecido em 1997, tem sua genialidade associada à Bahia, cuja essência soube materializar em desenhos, aquarelas, esculturas e grandes murais.

Serviço:

Exposição “CARYBÉ As Cores do Sagrado

Local: Caixa Cultural São Paulo, Praça da Sé, 111 – Centro

Abertura: 10 de dezembro de 2016 (sábado), às 11h

Visitação: 10 de dezembro de 2016 a 28 de fevereiro de 2017 (terça-feira a domingo)

Horário: 9h às 19h

Informações: (11) 3321-4400

Classificação indicativa: livre

Entrada franca

Acesso para pessoas com deficiência

Patrocínio: Caixa Econômica Federal

 

 

Sem Comentários

Insira um Comentário