Artigo: Globalização no mundo automotivo parte I

Artigo: Globalização no mundo automotivo parte I

Best Internet Concept of global business from concepts series

“Quando recebi o convite para escrever no Super Top Motors, fiquei muito feliz com a oportunidade de falar sobre o mundo das montadoras e dos automóveis – algo tão presente no meu dia a dia, mas que é um pouco misterioso para o grande público.

Também achei interessante a oportunidade de dividir com os leitores deste site as informações técnicas sobre como realmente o Brasil se enquadra no cenário automotivo internacional, pois eu percebo que existe um certo sentimento exagerado de inferioridade do brasileiro em relação ao desenvolvimento automobilístico nacional… Mas, por que – por exemplo – um brasileiro como eu foi escolhido para liderar a globalização de uma multinacional? Como fui parar no mercado norte-americano? Por que me escolheram para representar esta empresa perante as agencias regulatórias norte-americanas como o “NHTSA” e o “EPA” por exemplo?

A empresa em que trabalho procurava alguém para liderar a globalização dos seus produtos no setor automobilístico. Alguém que conhecesse bem os processos de certificação de cada um dos mercados globais: o quê uma montadora precisa fazer para poder vender veículos nos Estados Unidos? Quais requerimentos o veículo tem de atender? Como você comprova atendimento às leis daquele país? E quais ajustes e tecnologias são necessárias para isso? E se estivéssemos falando da Europa ou da China ou do Brasil? Existem pouquíssimos profissionais na indústria automotiva que tiveram as oportunidades de trabalhar em diversos mercados e podem responder estas questões. Mas, por que eu, um brasileiro? Acho que aqui cabe também a famosa expressão de estar no lugar certo na hora certa.

A indústria automotiva do Brasil vivia um grande momento na primeira década desse século. Nesta época eu era o responsável pela certificação e homologação de um veículo que fez muito sucesso no mercado nacional e em toda a América do Sul. Ao mesmo tempo, a indústria automotiva como um todo migrava para o conceito de carro global. Foi então que me ofereceram a oportunidade de liderar a certificação e homologação global de um veículo projetado no Brasil.

A diferença é que, neste caso, eu seria o responsável por absolutamente todos os mercados. Até aquele momento, ninguém havia liderado homologação e certificação globalmente: quando um veículo era projetado para diversos mercados, a engenharia responsável por aquele projeto iria contratar os departamentos regionais de homologação e certificação para liderar as atividades da região especifica. Por exemplo, vamos imaginar uma montadora com matriz nos Estados Unidos. Neste caso, a engenharia matriz iria delegar a homologação na América do Sul para a filial no Brasil. O processo seria o mesmo com a filial Europeia para os mercados no Velho-Mundo e assim por diante.

Quando recebi a proposta eu fiquei assustado. Afinal, seria um desafio imenso, mas, ao mesmo tempo, estava muito feliz, pois gosto de desafios e também porque sabia que esse seria um grande diferencial para a minha carreira ter liderado e vivenciado o desenvolvimento e o lançamento de veículos em praticamente todos os continentes.

Agora, surgiu mais um novo desafio, que é escrever para vocês. Espero dar conta do recado. Até o próximo artigo”

 

Autor:Henrique Resaffa Martins

henrique

Henrique Resaffa Martins (hresaffa@gmail.com) é o responsável pelas areas de Homologação Certificação e Assuntos Regulatórios de uma montadora multinacional. Nesta posicao, Henrique Martins é responsável por liderar a globalização da empresa e representa-la perante todas as agências reguladoras dos EUA, Europa e América do Sul. Antes disso, Henrique Martins ocupou vários cargos nas areas de seguranca veicular, homologacao, certificacao e assuntos regulatorios, no Brasil e em diversos outros mercados como Estados Unidos, Europa, Australia e China. Ele também é autor de importantes publicações nas áreas de segurança de veículos, certificação e homologação.

Nascido em São Paulo, SP, Henrique R. Martins é formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Politécnica de São Paulo e possui MBA em Gestao de Pessoas pela Universidade Salvador.

Ele trabalha em Troy Michigan, EUA.

 

 

Sem Comentários

Insira um Comentário

0Shares