Teste drive: o Novo Honda WR-V em ação prova para que veio

Teste drive: o Novo Honda WR-V em ação prova para que veio

A Honda Automóveis do Brasil promoveu para os jornalistas o teste drive do seu já apresentado e aguardado SUV compacto WR-V (o nome do WR-V significa Winsome Runabout Vehicle, ou veículo recreacional e cativante.). O local escolhido foi Foz do Iguaçu, no Paraná, e na região da Usina de Itaupu. O modelo chega ao mercado em duas versões, EX e EXL, que trazem configurações de equipamentos que combinam segurança, tecnologia, versatilidade e conforto à proposta inédita do SUV compacto.

O novo SUV compacto da Honda teve seu projeto liderado pelo time de Pesquisa e Desenvolvimento da Honda Automóveis do Brasil, e traz o DNA global da marca, que busca, em todos os seus veículos, colocar o ser humano no centro de seu desenvolvimento, com excelência em qualidade.

Externamente, as duas versões trazem o mesmo visual robusto e esportivo, desenvolvido com base no conceito “Wild Armor”, criado especificamente para esse modelo.  Ele é refletido em uma frente elevada, marcante e com grade frontal com acabamento em black piano que evoca a linha de SUV da Honda, faróis com luzes de uso diurno (DRL) em LED, além dos projetores de neblina que são de série em ambas as configurações.

O design traseiro e sua lateral trazem traços mais horizontais e lanternas que se prolongam pela linha de cintura. Seu desenho traz muita harmonia de proporções, com entre-eixos largo, boa altura de rodagem e conjunto de roda/pneu com grande diâmetro. Ele é complementado pelo friso cromado na tampa traseira e pelo para-choque com molduras fortes.

Ao entrar no WR-V, é nítida a percepção de um automóvel completo. O motorista pode se acomodar em um banco anatômico, com forrações diferenciadas em preto e prata ou preto e laranja (exclusiva da cor Vermelho Mercúrio), com regulagem de altura. O volante, com comandos de som, viva-voz e controle de cruzeiro, traz revestimento em couro e ajustes de altura e profundidade em ambas as configurações, além de assistência elétrica EPS. À frente, o quadro de instrumentos Bluemeter, com computador de bordo multifunções traz informações claras e ótima visualização.

O Honda WR-V traz itens de conforto como vidros elétricos – com função um toque para o motorista –, ar-condicionado, cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes, além de encostos de cabeça em todas as posições. Para trazer ainda mais comodidade e segurança, o banco traseiro traz a possibilidade de fixação de cadeirinhas infantis pelo sistema ISOFIX. O console central, o painel e laterais de portas trazem diversos porta-objetos, além de acabamentos em prata, criando um visual mais horizontal e harmônico.

A versão EX traz sistema de áudio com tela de cinco polegadas, onde são projetadas as imagens da câmera de ré, que oferecem três opções de visualização. Esse sistema oferece conectividade via Bluetooth, USB e cabo auxiliar, além de leitor de CD player. No modelo EXL, por sua vez, há um sistema multimídia de sete polegadas com GPS, navegador de internet via hotspot, e conectividade completa via Bluetooth, cartão SD e duas entradas USB.

 

Com de 2,55 m de entre-eixos, 4 m de comprimento, 1,73 m de largura e 1,6 m de altura, o WR-V traz medidas compactas que o tornam ágil de condução em grandes centros urbanos. Os 20,7 cm de vão livre do solo e os ângulos de ataque e saída de 21º e 33º, garantem boa dinâmica, mesmo em pisos mais irregulares.

 

O Honda WR-V é equipado com o motor 1.5 i-VTEC FlexOne – o mesmo de seus irmãos Fit e City – , com controle eletrônico variável de sincronização e abertura de válvulas. Criada pela Honda, a tecnologia i-VTEC varia o tempo e a profundidade de abertura das válvulas para obter a máxima eficiência em diferentes regimes de rotação. Com isso, o WR-V traz excelente desempenho e economia de combustível, com agilidade similar a de veículos com maior cilindrada. Com etanol, esse propulsor gera 116 cv de potência a 6.000 rpm e 15,3 kgf.m de torque à 4.800 rpm – quando abastecido com gasolina, são 115 cv a 6.000 rpm e 15,2 kgf.m à 4.800 rpm. A transmissão CVT possui conversor de torque, proporcionando uma resposta mais rápida e aceleração linear. Essa combinação fez com que o WR-V alcançasse nota máxima “A” na categoria utilitário esportivo compacto dos testes de consumo do Compet/INMETRO.

O WR-V começa a ser vendido no Brasil em duas versões, EX e EXL e, no futuro breve, também em outros países da América do Sul e Índia. Com o WR-V a Honda quer explorar um novo mercado de SUVs compactos e, segundo sua filosofia, entregar mais alegria para seus consumidores. Os preços das duas versões são: R$ 79.400 (EX) e R$ 83.400 (ELX).

O teste drive do novo SUV  Honda WR-V foi realizado entre trechos urbanos e de estradas. Teve até um pequeno trecho de terra onde foi possível sentir como o modelo se comporta. Ele não decepcionou e mostrou ser um SUV que fará muito sucesso no mercado e conquistará uma fatia grande. Quando o Honda WR-V chegar a redação de Super Top Motor faremos uma avaliação mais detalhada do mesmo.

Sem Comentários

Insira um Comentário