Serviço: conheça os tipos das sinalizações de trânsito

Serviço: conheça os tipos das sinalizações de trânsito

Não é todo mundo que conhece a sinalização de trânsito que tem a função de orientar, informar e advertir de forma adequada sobre a circulação de pedestres e veículos pelas vias terrestres com base no Código de Trânsito Brasileiro. A engenharia de trânsito estuda as particularidades de cada local para fazer uma sinalização de acordo com a necessidade de cada trecho.

Essas informações podem alertar o motorista quanto à velocidade máxima permitida na via, curvas perigosas, trechos de aclive, pista escorregadia e muitas outras particularidades que devem ser respeitadas.

A sinalização serve ainda para balizar o motorista que nunca tenha trafegado em uma determinada estrada ou via, passando dicas importantes para garantir sua segurança.

Tipos

Ela pode estar disposta para a visualização em formas diferentes: pode ser vertical (placas) ou horizontal, quando é apresentada em pinturas no solo, como nas faixas de pedestre, faixas de acostamento, faixas tracejadas ou contínuas, setas de conversão, entre outras.

Sinalizações luminosas também auxiliam o trânsito e são encontradas em semáforos e luzes amarelas de alerta.

Dispositivos auxiliares de sinalização são as sinalizações móveis, dispostas de acordo com a necessidade, como os cones de trânsito e cavaletes.

As placas podem ser de regulamentação, que apresentam um formato circular vermelho e interior branco – com exceção da placa PARE (que é vermelha com escrita em branco) e a placa de DÊ A PREFERÊNCIA (triangular).

Outras placas são as de advertência: possuem formato retangular com fundo amarelo e letras e simbologia na cor preta.

Demais placas chamadas de indicação podem estar na cor verde com letras brancas, indicando nomes de ruas ou outras referências importantes para direcionar e dar uma localização para o motorista.

Algumas sinalizações possuem materiais refletivos para que possam ser melhor visualizadas em condições de chuva ou durante a noite, bastando a reflexão do farol para que haja melhor visualização por parte do motorista.

Você sabia?

A descrição das sinalizações está no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e é exigida nos exames de autoescola para todos os candidatos.

É importante lembrar que, além das sinalizações citadas, ainda existe a sinalização sonora e por gestos por parte dos agentes de trânsito, que devem ser seguidas mesmo existindo sinalizações diferentes da solicitada no local.

Sem Comentários

Insira um Comentário