Serviço: a importância do sensor de estacionamento na hora de estacionar o carro

Serviço: a importância do sensor de estacionamento na hora de estacionar o carro

São várias opções no mercado de acessórios com preços variando de R$ 37,50 a R$ 118,90

Atualmente, grande parte dos carros já contam com o sensor de estacionamento. Aquele “barulhinho” que pode ser chatinho ajuda , e muito, para para o carro em uma vaga na rua ou mesmo em um estacionamento de supermercado e shopping.  Estacionar o carro exige muita atenção e perícia, ainda mais em uma cidade como São Paulo que, em dezembro, contabilizava cerca de 8,6 milhões de veículos – dos quais mais de 6 milhões são automóveis que congestionam as ruas da capital.

Um estudo da seguradora Allianz, realizado no ano passado, mostra que 40% dos acidentes que provocam perdas ou danos materiais ocorrem quando os motoristas estão manobrando ou estacionamento o carro. É por esta razão que os sensores de estacionamento ou de ré – acessórios que saem de fábrica apenas nos automóveis top de linha – se tornaram uma opção para quem quer e precisa de uma ajuda na hora da baliza. Eles são instalados no para-choque e funcionam com tecnologia baseada no ultrassom.

Hoje, o mercado oferece estes itens até mesmo para carros populares – são vários tipos e com inúmeras funcionalidades. Quem não tem tempo de procurar as alternativas com o melhor custo-benefício pode acessar o site da ArsenalCar, um dos maiores portais de e-commerce de peças e acessórios do Brasil (www.arsenalcar.com.br). Lá é possível encontrar sensores de estacionamento com quatro pontos, display digital com leds coloridos, sinal sonoro, nas cores preta, prata ou branca, que pode ser utilizado em todos os carros; um Combo para Gol, modelos de 2006 à 2014, com para-choque traseiro, mais quatro sensores de estacionamento prata, com display, além de outros modelos disponíveis. Os preços variam de R$ 37,50 a R$ 118,90.

 

Sem Comentários

Insira um Comentário