MotoGP: Dani Pedrosa deve ir para a equipe Yamaha-Petronas em 2019

MotoGP: Dani Pedrosa deve ir para a equipe Yamaha-Petronas em 2019

Espanhol explica que “rompimento” com a Honda já estava programado há um tempo

E chegou ao fim o caso de amor! Após uma longa ligação com a Honda no mundial de motociclismo, Dani Pedrosa vai deixar a equipa japonesa no final de 2018, e começam a surgir algumas dicas de seu provável futuro.

Pedrosa não encara o adeus à única marca que representou desde que chegou ao mundial em 2001 como algo que o tenha apanhado de surpresa e em entrevista ao site motorsport.com, o piloto espanhol deixou claro que o “timing” da sua saída estava acertada há dois anos.

“Tudo ficou mais ou menos alinhavado há muito tempo, mais concretamente em 2016. Os dirigentes e membro da equipe sabiam que isto poderia ocorrer, pois falei com eles na época. Penso que este é um bom momento para começar a olhar para aquilo que é possível fazer de novo”, informou o ainda piloto da Honda.

O futuro de Dani Pedrosa no MotoGP ainda não está definido, apesar de tudo apontar para que o piloto espanhol deve fazer parte da equipe satélite da Yamaha que terá como patrocinador a Petronas, a mesma da equipe Mercedes-Benz de Fórmula 1.

 

Sem Comentários

Insira um Comentário