Cuidados essenciais para vender seu carro

Cuidados essenciais para vender seu carro

Alguns fatores são essenciais para tornar o processo mais rápido, eficiente e lucrativo

Atualmente um número maior de pessoas está vendendo o carro graças a facilidade dos aplicativos de mobilidade urbana. No entanto, na hora de decidir vender um carro é preciso levar em conta alguns cuidados e ficar atento. E para quem está com essa ideia, a Volanty, plataforma que conecta vendedores e compradores de seminovos dá dicas de cuidados para tornar esse processo mais prático e lucrativo.

A venda pode ser a solução mais eficaz para quem não gosta do estresse do dia a dia no trânsito, mas o processo para “passar o carro para frente” pode não ser dos mais agradáveis. “Vender um carro demanda muito tempo. Muita gente não sabe por onde começar, fica sem tempo para buscar revendas de confiança e não imagina como negociar o valor. Criamos a Volanty justamente para este público, para solucionar com eficiência e praticidade os processos de compra e venda de seminovos”, explica Maurício Feldman, sócio-fundador da plataforma.

Confira as dicas para vender um seminovo sem prejuízos!

Estado de conservação

Mesmo que use muito pouco o carro enquanto não encontra um comprador, é preciso manter o automóvel limpo e bem apresentável. A conservação da parte visível do carro — lataria, pintura e estofados — faz muita diferença na hora da negociação. Odores desagradáveis também podem desvalorizar o veículo, portanto, cuidado com a fumaça de cigarros. Também é preciso ficar atento às manutenções que devem ser feitas regularmente no veículo. Procure sempre cumprir os prazos de revisões do automóvel, um carro com manutenção em dia e em bom estado de conservação aumenta as chances de compra.

O momento ideal da venda
Alguns detalhes podem influenciar na escolha do comprador. A quilometragem é um dos fatores que mais influencia. Carros com rodagem entre 10.000 km e 15.000 km têm maior facilidade de venda. Se o carro tiver menos de cinco anos, também será mais fácil encontrar um comprador.

Documentação
Mantenha a documentação do carro em dia, verifique se não há multas, débitos ou até mesmo alguma restrição judicial. Para que a venda seja concluída é preciso assinar o CRV, mas a dica é preencher o documento apenas depois que todas as transações bancárias estiverem definidas. É preciso incluir a data da venda, reconhecer firma em cartório e informar a venda ao Denatran. Esse procedimento deve ser feito até trinta dias após a data da assinatura do documento.

Anúncios
Com a internet, temos a possibilidade de vender e comprar com mais facilidade, inclusive para automóveis. No entanto, há plataformas que podem facilitar o processo de venda. O marketplace digital da Volanty, por exemplo, conecta compradores e vendedores de um modo prático e seguro. Nos centros de atendimento da plataforma, os veículos passam por uma inspeção de mais de 150 itens, garantindo maior segurança na hora da compra, além de um valor justo e até 20% mais lucrativo em relação às concessionárias na hora da venda. Além da inspeção, na Volanty o vendedor ainda conta com a eficiência de técnicos e especialistas, não necessitando lidar diretamente com os potenciais compradores e oferecendo uma plataforma própria e segura.

A Volanty também disponibiliza anúncios dos automóveis em diversos sites de venda e se responsabiliza pelo contato com potenciais compradores, poupando tempo e oferecendo todo o cuidado necessário na transação. Enquanto a venda não é concretizada, o vendedor pode continuar circulando com o carro. Além da eficiência, comodidade e rapidez, a garantia de um carro em boas condições traz mais segurança ao comprador.

 

Sem Comentários

Insira um Comentário

0Shares