Defeitos em veículos novos aumentam número de recalls

Defeitos em veículos novos aumentam número de recalls

Pressa para apresentar novos modelos e falta de mão de obra capacitada são agravantes para quem compra veículos recém lançados

Um dado impressionante! Segundo um levantamento realizado pelo Procon neste mês, até o dia 18 de junho de 2019 foram abertas 64 campanhas de recall, número similar se comparado com o mesmo período do ano passado. Problemas em airbags nos freios e no sistema de combustível ou motor são os principais motivos para abertura dessas ocorrências pelas montadoras. Em 2018 foram totalizadas 137 campanhas preventivas, e desde 2002 totalizaram 1451.

O recall é um procedimento previsto no Código de Defesa do Consumidor para garantir, de forma gratuita, que as empresas sejam responsáveis por consertar equipamentos automotivos com defeitos de fabricação que possam colocar em risco a saúde ou a segurança dos consumidores e da população em geral.

De acordo com Hélio da Fonseca Cardoso, o engenheiro mecânico e professor do Ibape/SP, o aumento de recall tem acontecido pela brevidade de veículos lançados pelas montadoras. “Para sair na frente das outras, as montadoras apresentam seus novos modelos de forma mais rápida, o que prejudica e aumenta as chances de um defeito de fabricação”, explica.

Além do crescente número de pequenos defeitos de fábrica que acabam fazendo o comprador ter que levar o carro para a montadora, existem outras questões que precisam ser observadas, segundo o engenheiro. “Quando se tem o lançamento, é importante ter fornecedores nacionais que possam trazer um produto de qualidade, o que não é muito fácil, então, no início, é muito capaz de acontecer um recall, além da mão de obra que não tem se especializado em cima das novas tecnologias que tem vindo por aí”, ressalta.

O cenário de recall motivou o Instituto Brasileiro de Avaliações de Perícias e Engenharia de São Paulo (Ibape/SP) a montar o curso de Avaliação e Perícias em Veículos Automotores, que tem o conteúdo organizado e ministrado pelo professor Hélio da Fonseca Cardoso.

O curso acontecerá entre os dias 5 e 7 de agosto e abordará temas como: identificação de veículos, inspeção veicular, perícias em veículos automotores: identificar os principais problemas, avaliação de veículos automotores e recall.

O encontro fornecerá informações técnicas para profissionais que atuam ou desejam conhecer melhor esta área, com análise e discussão de casos de mercado. O curso de Avaliação e Perícias em Veículos Automotores será ministrado na sede do Ibape/SP, na Rua Dona Maria Paula, 122 – conj 104 – Bela Vista, São Paulo – SP

O resposnável pelo curso é Hélio da Fonseca Cardoso,  engenheiro mecânico, formado há 33 anos pela Faculdade de Engenharia Industrial (FEI), e atua como perito judicial na área de veículos há 31 anos. Além disso, Hélio é autor dos livros: “Veículos Automotores – Identificação, Inspeção, Vistoria, Avaliação, Perícia e Recall” (2012), “Automóvel Sem Mistérios – 50 Dicas Sobre Tecnologia Veicular” (2013) e “Recall em Veículos Automotores – O Que Há Por Trás Disso? ” (2015).

Inscrições pelo site www.ibape-sp.org.br ou pelo telefone (11) 3105-4112.

Sem Comentários

Insira um Comentário