Crise na Williams: Paddy Lowe deixa equipe

Crise na Williams: Paddy Lowe deixa equipe

Em licença desde março, diretor técnico decide se desligae da equipe 

A crise na equipe inglesa Williams não tem fim. Agora chegou a vez de Paddy Lowe anunciar sua saída. O engenheiro britânico resposável pela direção técnica da equipe de Fórmula 1, cujo conselho de administração também integrava, comunicou a sua decisão após um período de licença que cumpria desde março.

“Depois de um período de ponderada reflexão tomei a decisão de não voltar ao trabalho na Williams.”, disse Paddy em seu comunicado oficial de desligamento da equipe.

Paddy Lowe voltou à equipe de Grove em março de 2017 depois de passagens de sucesso pela McLaren e pela Mercedes. Na atual temporada, a Williams problemas, entre tantos não apresentando o carro e participando dos testes na pré-temporada, e pior: até o momento não nenhum ponto  – os melhores resultados em oito corridas foram três 15.º lugares de George Russell.

 

Sem Comentários

Insira um Comentário