“Fórmula 1 não é mais a mesma”, diz Mansell

“Fórmula 1 não é mais a mesma”, diz Mansell

Britânico ex-campeão do mundo reconhece que a atual F1 está longe do que era no seu tempo

Nigel Mansell não tem dúvidas de que a Fórmula 1 está longe dos momentos de glória que viveu na década de 90. Mansell é da opinião de que os pilotos atuais da Fórmula 1, jamais vão saber o que era pilotar “um verdadeiro carro de F1”.

Para o antigo piloto britânico campeão do mundo em 1992 com a Williams, a Fórmula 1 nunca mais vai voltar a ser o que era. Pilotar aqueles carros turbo foi a coisa mais emocionante e assustadora que fiz na minha vida. Não existe hoje nenhum carro que chegue perto do que era o Williams de 1987”, disse Mansell em entrevista à revista oficial da FIA, Auto International Journal.

“Estar num carro com 1500 CV de potência, diziam que o BMW tinha ainda mais, e alcançar 280 ou 300 Km/h naqueles carros é uma experiência que não se consegue descrever. A cada curva sentíamos que o carro poderia ser o nosso fim “. Mansell lembrou ainda que na sua altura lutou com “os melhores” pelo título. Pilotos como Niki Lauda, Gilles Villeneuve, Alan Jones, Nelson Piquet, Alain Prost e Ayrton Senna. “Tudo se resume a um sentimento único. Foi a experiência mais fantástica, irreal, e bela que um desportista pode ter. Estar no auge da sua carreira, competindo contra um vasto conjuntos de campeões, que lutavam para vencer e conquistar mais um campeonato”, concluiu Nigel Mansell.

Sem Comentários

Insira um Comentário