Manutenção preventiva do sistema de freio

Manutenção preventiva do sistema de freio

Saiba como e quando fazer o serviço

Sistema de freios é fundamental para a segurança do veículo! Um dos principais motivos para a busca por manutenções automotivas, o sistema de freios preocupa qualquer motorista. E não é por menos: qualquer anormalidade neste mecanismo pode ocasionar graves acidentes de trânsito. Normalmente a verificação é realizada a cada 5.000 ou 10.000 km. Essa periodicidade depende do modelo de veículo e exigência do sistema de freio, conforme manual de instruções.

Durante o uso dos freios, é possível encontrar alguns sinais de desgaste, tais como:

– Ruídos agudos;

– Vibrações ao frear;

– Pedal muito duro ou muito baixo;

– Carro desviando para um lado durante a frenagem;

Sempre que o veículo apresentar um destes sintomas, é extremamente importante levá-lo a um profissional de reparação automotiva, para que possa ser feito o diagnóstico e reparo do sistema. Na maioria dos casos, a substituição das pastilhas de freio é necessária.

Para a inspeção ser mais assertiva e o usuário poder acompanhar o processo com mais conhecimento, listamos o passo a passo do profissional durante o trabalho. Lembrando que toda manutenção deve seguir as normas vigentes e orientações do fabricante.

Passo a passo:

1. Tirar as rodas do veículo

Antes de mais nada, o técnico de manutenção automotiva precisa retirar as rodas do veículo. Atenção: para as rodas de liga, a indicação é utilizar soquetes com proteção para evitar danos à roda.

2. Verificação do desgaste das pastilhas

O exame desse desgaste é o que vai determinar a necessidade ou não da substituição das pastilhas. Pastilhas com menos de 3 mm de espessura devem ser substituídas imediatamente.

3. Substituição das pastilhas

O processo de substituição das pastilhas é bem simples: o técnico de manutenção deverá desmontar o sistema de freio, recuar o êmbolo de freio e realizar a substituição das pastilhas. O êmbolo é a peça do sistema de freio responsável por pressionar a pastilha no disco. Ele deve ser recuado com ferramentas especiais para possibilitar o encaixe da pastilha nova.

4. Montagem do sistema

Após finalizar a substituição da pastilha e verificação do sistema, o técnico deverá fazer a montagem do freio e rodas. As rodas devem ser torqueadas com torquímetro para garantir o aperto adequado, conforme especificação e modelo de cada veículo e roda.

Sem Comentários

Insira um Comentário