Ferdinand Piech, o dono da VW AG, morre aos 82 anos.

Ferdinand Piech, o dono da VW AG, morre aos 82 anos.

O herdeiro do império deixado por Ferdinando Porsche fez história na industria automotiva

Ferdinand Piech, o homem forte do Grupo Volkswagen morreu de forma súbita, segundo informou a sua mulher Ursula, de acordo com a agência Reuters.

Neto de Ferdinand Porsche, o criador do Volkswagen Beetle e da marca de carros esportivos que leva seu sobrenome, Ferdinand Piech começou a deixar a marca de engenheiro talentoso e visionário com a criação do Porsche 917 de competição.

A sua revolução no Grupo Volkswagen está ligada à partilha de componentes entre Audi, Skoda e VW em 65%  dos componentes na construção. E o grupo não parou de crescer, adquirindo marcas como Bentley, Bugatti e Lamborghini (todas no mesmo ano).

Ferdinand Piech foi diretor executivo do Grupo Volkswagen de 1993 a 2002 passando a presidente do conselho consultivo ate 2015 e afastando-se já depois do escândalo com o chamado caso ‘dieselgate’.

Em nove anos como homem forte na VW, Piech passou de prejuízos de milhões de euros anuais para lucros de 2,6 milhões com o grupo alemão a tornar-se um império da indústria automóvel que, nas 12 marcas ainda inclui a Ducati ou a MAN.

Sem Comentários

Insira um Comentário