Nissan do Brasil alcança a marca de 1 milhão de inscritos em seu canal no YouTube

Nissan do Brasil alcança a marca de 1 milhão de inscritos em seu canal no YouTube

Montadora é a primeira do País a atingir a marca de inscritos em seu canal oficial

Uma marca histórica e de respeito: a Nissan do Brasil tornou-se a primeira montadora do Brasil a alcançar a marca de 1 milhão de inscritos em seu canal oficial no YouTube. Criado em 2010, o canal da marca na maior plataforma de compartilhamento de vídeos no mundo tem como compromisso oferecer ao público o melhor da tecnologia e da inovação da Nissan.

“O marco de 1 milhão de inscritos em nosso canal oficial demonstra a consolidação da marca no Brasil. O número, acima da média no setor automotivo, é sinal de que estamos no caminho certo ao oferecer conteúdo relevante sobre a nossa marca e nossos produtos no universo digital, tendo o cliente sempre em primeiro lugar”, diz Humberto Gómez, diretor de Marketing da Nissan do Brasil.

A Nissan do Brasil também é a primeira subsidiária da marca em todo o mundo a atingir este número de seguidores em seu canal no YouTube.O conteúdo mais acessado pelos usuários do canal da Nissan do Brasil no YouTube são os comerciais da Nissan, como o do Novo Nissan LEAF, lançado em julho no Brasil, com 32% dos cliques. Em seguida, com quase 19%, são os vídeos sobre o crossover Nissan Kicks, modelo mais vendido pela marca no país. Na terceira posição estão os conteúdos sobre a picape Nissan Frontier, fabricada em Córdoba, na Argentina. Também ganham destaque os vídeos sobre o sedã Nissan Sentra e sobre os atletas do Time Nissan.

No ranking geral dos vídeos dentro do canal da Nissan os campeões de público são:
1° Nissan Frontier dois Mundos; 
2° Nissan Frontier – Futebol;
3° Novo Nissan LEAF; 
4° Desafio Nissan Frontier; 

Perfil da audiência e acessos
A audiência do canal é bastante equilibrada entre o público masculino e feminino, com 57% e 43% do fluxo de visitas, respectivamente. Dentre as faixas etárias mais expressivas no acesso ao canal o primeiro lugar fica com o grupo de 25-34 anos, seguido da faixa um pouco mais jovem de 18-24 anos. Quase 50% dos acessos do canal é feito por meio de celular, enquanto 35% são de computadores.

Sem Comentários

Insira um Comentário