Beethoven Sonata Kreutzer, Trio Fantasma e mais

Beethoven Sonata Kreutzer, Trio Fantasma e mais

Teatro Opus recebe terceira sessão do projeto “Música de Câmara”, nesta terça-feira (29/10)

Uma boa programação de música clássica. O projeto Música de Câmara segue a sua diversificada programação musical no Teatro Opus, palco multiuso que abriga shows, artes cênicas, palestras, encontros corporativos, agora também é mais uma opção para sala de concertos em São Paulo.

Após receber o quarteto de violões Quaternaglia (17/09) e o quinteto de clarinetes Sujeito a Guincho (01/10), programa especialmente traz três grandes obras de Beethoven: “Sonata Kreutzer”, “Variações Judas Macabeu” e “Trio Fantasma”.

A performance comandada por Cármelo de los Santos (violino), Hugo Pilger (violoncelo) e Paulo Gori e Sergio Melardi (piano) acontece, nesta terça-feira (29/10), a partir das 20h30.

A “Sonata Kreutzer” é a mais famosa de Beethoven para piano e violino. Sonata longa e de dificuldade técnica transcendental. Foi imortalizada pelo arrebatador e trágico romance escrito por Leon Tolstói sobre a paixão. Fortes e contrastantes emoções permeiam essa obra nos diálogos entre os dois instrumentos.

Variações sobre um tema de Haendel, “Judas Macabeu” é uma obra divertida e de fácil absorção. O piano comanda a primeira variação; o violoncelo a segunda; na terceira, o piano movimenta a cena com um acompanhamento de semicolcheias; na quarta, o violoncelo assume um discurso lírico. As três últimas utilizam a seqüência adagio-allegro-adagio, em minúsculas fórmulas concertantes.

Finalmente, violino, violoncelo e piano se juntam para o “Trio Fantasma”. Novamente o mais famoso trio escrito por Beethoven.

O Trio op.70, nº 1 em Ré maior de Ludwig van Beethoven data de 1808 e é dedicado à Condessa Maria von Erdödy pela sua hospitalidade. Esta obra ficou, para sempre, conhecida como o “Trio dos Fantasmas” (Geister-Trio) pelo tema do seu segundo andamento – Largo assai ed expressivo –, após Carl Czerny (compositor e aluno de Beethoven) ter afirmado que este andamento o transportava para o fantasma do pai de Hamlet. As ligações a Shakespeare tornam-se mais evidentes quando são encontradas, no livro de anotações de Beethoven, sugestões a uma possível ópera Macbeth por meio do dramaturgo Henrich von Collin. Surgem, igualmente, as palavras “Macbett” e “Ende” junto dos esboços do Largo. Muito provavelmente este Largo destinar-se-ia a uma cena das Três Bruxas.

Programação

Sonata Kreutzer, Variações Judas Macabeu e Trio Fantasma
(Cármelo de los Santos – violino, Hugo Pilger – violoncelo, Paulo Gori e Sérgio Melardi, piano)

Sonata para violino e piano Op. 47, em Lá maior – Kreutzer
Adagio Sostenuto. Presto
Andante con Variazioni
Presto
Cármelo de los Santos (violino) e Sergio Melardi (piano)

Variações para violoncelo e piano em Sol maior sobre um tema de Haendel, “Judas Macabeu”, WoO 45
Hugo Pilger (violoncelo) e Paulo Gori (piano)

Trio Op. 70 nº 1 em Ré Maior – Trio Fantasma
Allegro vivace e con brio
Largo assai ed espressivo
Presto

Serviço:
Data: terça feira, 29 de outubro
Horário: 20h30
Local: Teatro Opus,  Av. das Nações Unidas, 4777 – Alto de Pinheiros, São Paulo – SP,  (11) 3515-6650
Ingressos:

SETOR MEIA-ENTRADA INTEIRA
Plateia Baixa R$ 20,00 R$ 40,00
Plateia Alta R$ 20,00 R$ 40,00
Balcão Nobre R$ 20,00 R$ 40,00

Duração: 90 min.
Classificação: Livre

Sem Comentários

Insira um Comentário