Six Days Enduro: brasileiros são medalhistas em Portugal

Six Days Enduro: brasileiros são medalhistas em Portugal

Pilantado motocicletas Husqvarna, Gustavo Pellin é Prata na E2 e o melhor brasileiro classificado da seleção principal. Maurício Fernandes conquista o Bronze na E1 e mostra seu alto nível técnico

Brasil fazendo história lá fora. Após seis dias intensos de disputas (11 a 16/11) e aproximadamente 1.500 quilômetros percorridos, os pilotos da equipe Power Husky/Husqvarna Brasil fecharam a participação na 94ª edição do International Six Days Enduro como medalhistas, no último fim de semana, em Portimão, na região Sul de Portugal. Gustavo Pellin #121, que competiu pela categoria E2, conquistou a medalha de Prata com uma Husqvarna FE 501 e foi o melhor brasileiro classificado da seleção principal. Já Maurício Fernandes #122, que faz parte do Team World Trophy, um seleto grupo de 25 pilotos, conseguiu mais um bom resultado em provas internacionais, foi Bronze na categoria E1, a bordo de uma Husqvarna FE 250,  na competição tida como a Copa do Mundo da modalidade.

A edição 2019 da competição mais antiga e tradicional do calendário da Federação Internacional de Motociclismo (FIM) foi considerada uma das mais difíceis dos últimos tempos. Exigiu muita técnica e habilidade dos pilotos, preparado físico e boa performance das motocicletas para encarar todos os tipos de terreno e, ainda tiveram de driblar a instabilidade climática da região. Gaúcho de Caxias do Sul, aos 35 anos, Pellin defendeu a Seleção Brasileira pela terceira vez consecutiva, sendo a primeira com a equipe Power Husky/Husqvarna Brasil, e ganhou sua terceira medalha – Ouro na França 2017 e Prata no Chile 2018.

“O Six Days é uma prova longa e desafiante que gosto muito de participar. Estou super feliz em ter completado mais uma edição porque esse era o principal objetivo, além de terminar bem e poder comemorar minha terceira medalha, agora, com a equipe oficial da Husqvarna Brasil”, afirma Pellin que no total participou de quatro edições. “Foram dias bem duros, as Especiais estavam muito pesadas, principalmente as com areia e o tempo instável dificultou, porque fez muito frio, choveu e enfrentamos neblina também”, completa o piloto que contou com a torcida da família que o acompanhou durante toda a prova.

Com uma extensa e respeitada trajetória no off-road, sobretudo no Enduro e Rally Cross Country, Fernandes, aos 48 anos, se superou e mostrou seu alto nível técnico, pois foi o piloto mais experiente da Seleção Brasileira. Com passagens por várias competições internacionais como em duas edições do Rally Dakar, RedBull Romaniacs, Erzberg Rodeo, além de oito participações no Rally dos Sertões, o piloto fechou o Six Days como medalhista. “Foi uma grande conquista e é muito gratificante ganhar uma medalha no Six Days, sobretudo nesta edição que muitos consideraram uma das mais difíceis. Após toda minha experiência no motociclismo, aos 48 participar de uma prova tão dura, completar e encarar de igual para igual com pilotos bem mais jovens e sair com uma medalha foi um prazer imenso, estou muito feliz”, destaca Fernandes.

Sobre o desempenho das motocicletas o piloto ressalta: “A performance da FE 501 e da FE250 foi excelente. Fizemos os ajustes necessários e elas comprovaram o grande diferencial de qualidade da marca que é tão conceituada no Enduro.” Fernandes também aproveita para fazer os agradecimentos. “A conquista desses resultados não vieram sozinhos portanto agradeço a todos os nossos patrocinadores; ao Dino, de Belo Horizonte, que me ajudou nos treinos que foram fundamentais para minha evolução física e técnica; aos Silas, meu preparador físico, ao Marçula e a todos que colaboraram para que pudéssemos competir nesta edição do Six Days. E a equipe brasileira está toda de parabéns, durante todos esses dias convivemos juntos e foi muito bom representar o Brasil”, finaliza o paulistano que se divide entre as competições e a rotina de empresário, uma vez que representa a Husqvarna no Brasil, ao lado do irmão Raul Fernandes Jr.

No total os brasileiros conquistaram oito medalhas, entre os pilotos da seleção principal, seleção júnior e de Clubes. Além das disputas por equipes e individuais, o International Six Days Enduro premia os pilotos com medalhas de Ouro, Prata e Bronze, conforme o tempo de cada um, em relação ao primeiro colocado. Participaram da 94ª ISDE aproximadamente 750 pilotos de 35 países. O parque de apoio da prova e algumas disputas aconteceram no Autódromo Internacional de Algarve.

Os pilotos da equipe Power Husky contam com o patrocínio: Power Husky, Maxxis Pneus, Óculos 100%, Energético GU, Time Lime, Motul, Fox e Edgers.

Classificação Final – 94º International Six Days Enduro (11 a 16/11) – Portimão/Portugal

Categoria E1
1 – Josep Garcia
2 – Ryan Sipes
3 – Lyndon Snodgrass
4 – Luke Styke
5 – Eero Remes
36 – Maurício Fernandes (Equipe Power Husky)

Categoria E2
1 – Taylor Robert
2 – Kailub Russel
3 – Davide Guarnieri
4 – Fraser Highlet
5 – Joshua Green
30 – Gustavo Pellin (Equipe Power Husky)

Geral
1 – Daniel Sanders
2 – Josep Garcia
3 – Taylor Robert
4 – Kailub Russel
5 – Daniel McCanney
73 – Gustavo Pellin (Equipe Power Husky)
92 – Maurício Fernandes (Equipe Power Husky)

 

 

Sem Comentários

Insira um Comentário