Yayá e Lapa no Tardes Musicais do Museu Ema Klabin

Yayá e Lapa no Tardes Musicais do Museu Ema Klabin

Com um variado repertório, o CORALUSP é detentor de cinco  premiações  da Associação Paulista de Críticos de Artes e se apresenta na Casa-Museu Ema Klabin com entrada franca

Um bom programa musical: no próximo sábado, 30 de novembro, às 16h30, o Programa Tardes Musicais da Casa-Museu Ema Klabin finaliza as apresentações de 2019 com um concerto  com regência de Mauro Aulicino.

Os grupos Yayá e Lapa, (CORALUSP) se apresentam com entrada franca.

O grupo Lapa (Coralusp) relembra  os bailes nostalgia, eventos tradicionais em São Paulo e todo o Brasil. Com repertório de black music brasileira formado por canções de compositores e intérpretes dos anos 70 e 80 como Tim Maia, Jorge Ben Jor, Wilson Simonal, Genival Cassiano, Hyldon, Di Melo, Gerson King Combo, Sandra de Sá, Djavan, Gilberto Gil, entre outros.

E o Grupo Yayá (CORALUSP) dá continuidade ao projeto Bixiga, que tem por objetivo a investigação e a montagem de um repertório coral apresentando o ambiente sonoro do bairro e seu entorno através de peças originais para coro e arranjos vocais.

Visite as exposições:

A Casa-Museu Ema Klabin promove até o dia  15 de dezembro,  de quarta à domingo, das 14h às 18h,  as Exposições “Retratos de Ema Klabin”, com curadoria do arquiteto  Paulo Costa e a série Intervalo Contemporâneo, com a escultura “Lustre”, do  artista plástico Marcos Amaro.

Na  exposição “Retratos de Ema Klabin”,  o público poderá conferir em destaque, na entrada do espaço cultural,  obras que retratam a mecenas e colecionadora que deixou como legado o Museu que leva seu nome e é um dos grandes pontos turísticos de São Paulo.

O público poderá ainda apreciar a série Intervalo Contemporâneo, que traz obra do artista Marcos Amaro.  A escultura Lustre, produzida no Brasil logo que o artista regressou de uma temporada  na Bélgica, faz parte da série “Diálogos com Meu Pai” , na qual Amaro se aproxima  novamente de objetos de caráter fraterno, lançando a eles um novo sentido. O artista é filho do ex  presidente da TAM Linhas Aéreas, Rolim Amaro (1942-2001).

Além dessas exposições, é possível conhecer o acervo permanente da Casa-Museu que abriga mais de 1500 obras, entre pinturas do russo Marc Chagall e do holandês Frans Post, talhas do mineiro Mestre Valentim, mobiliário, peças arqueológicas e artes decorativas.

Repertório

  • Abalô
    Domínio Público
  • Tradição
    Geraldo Filme. Arr: Mauro Aulicino.
  • No Morro da Casa Verde
    Adoniran Barbosa. Arr: Daniel Silva e Adriane Biagini.
  • Que nem a Gente
    Celso Viáfora. Arr: Wilson Alves.
  • Já fui uma Brasa
    Adoniran Barbosa. Arr: Selma Boragian.
  • Roda de Sampa
    Kiku Dinucci. Arr: Mauro Aulicino.

  • Bruno Brasil. Arr: Wilson Alves
  • Erê (Menino Prateado)
    Indy Naise e Uma Luíza Pessoa. Arr: Selma Boragian
  • Mania de Você
    Rita Lee. Arr: Marcelo Ibri.
  • Primavera
    Cassiano e Silvio Rochael. Arr: Roberto Rodrigues.
  • Sá Marina
    Antonio Adolfo e Tibério Gaspar. Arr: Edu Lakschevitz.
  • Não Quero Dinheiro
    Tim Maia. Arr: André Protasio.
  • Shake Your Booty / Keep It Comin’ Love / That’s the Way I Like It
    KC & The Sunshine Band. Arr: Selma Boragian.
  • Dancing Days
    Nelson Motta e Rubens Queiroz. Arr: Selma Boragian.
  • Olhos Coloridos
    Macau. Arr: Vox4.
  • 20ver
    Majur. Arr: Mauro Aulicino
  • Pequeno Poema pra Oxalá
  • Jonathan Silva. Arr: Nenê Cintra

Serviço:

Tardes Musicais: Coral da Usp  – Grupo Dona Yayá e Lapa  Data: 30 de outubro, sábado -Horário: 16h30- Grátis- Livre- 150 lugares

Visita livre ao museu: De quarta a domingo, das 14h às 17h – Grátis aos finais de semana.

Fundação Ema Klabin

Endereço: Rua Portugal, 43, Jardim Europa – São Paulo.  Tel: 55 11 3897-3232         

www.emaklabin.org.br

Sem Comentários

Insira um Comentário