O Novo Renault Duster chegou ao mercado

O Novo Renault Duster chegou ao mercado

Novos itens de tecnologia, como a nova central multimídia Easy Link com tela 8’’, sistema Multiview com quatro câmeras, sensor de ponto cego e sensor crepuscular

A Renault tem plena consciência de ter feito história com a Duster. Lançou o SUV no fim de 2011, quando o segmento tinha lá seus dois competidores. Promover grandes mudanças em 2015, quando a competição tinha cinco participantes. E promove novas (e maiores) alterações em 2020, com a lembrança dos 12 concorrentes em 2019.

Nesse período entregou números que satisfazem a marca francesa. Em oito anos subiu de 83 para 428 unidades comercializadas por ano. A primeira fase é considerada de introdução no Brasil, a segunda de evolução e ampliação da gama. Agora, o momento é de transformação completa e consolidação de atributos. A Duster muda em diversos aspectos, troca os nomes das versões, mas segura os preços no lançamento. Parte de R$ 71.790.

Mas o que muda na Duster? No design, recebe faróis agora integrados à grade, além de luzes de LED.  O para-choque tem tomada de ar maior e o modelo ganha luzes de neblina. Com vincos marcantes, o capô está levemente mais alto. A base do para-brisa foi deslocada para a frente, a fim de melhorar a aerodinâmica. Na parte de cima, o teto teve a curvatura corrigida, aumentando o caimento da traseira.

Do outro lado, o aerofólio agora é integrado à parte traseira, o que resultou em redução da área envidraçada. As lanternas têm um formato que lembra e muito o Jeep Renegade. Um novo vinco interliga as lanternas, define o local da placa e divide a tampa traseira. Além disso, as luzes de ré agora descem para o para-choque.

Por dentro, o painel está em uma posição mais alta. A central multimídia Easylink tem tela de 8” e é compatível com Android Auto e Apple Car Play. O ar-condicionado vem com os mesmos comandos e visores dos Renault vendidos na Europa.


Sob o capô está apenas o 1.6 SCe flex, que entrega 120 cv de potência e 16,2 kgfm de torque. O motor 2.0 e as versões 4×4 deixam a gama. De acordo com a Renault, o volume de vendas não justificava a manutenção.

Versões e peços
Zen: R$ 71.790
Zen CVT: R$ 77.790
Intense: R$ 83.490
Iconic: R$ 87.490

Texto: Paulo Rogério, especial para Super Top Motor

Sem Comentários

Insira um Comentário