F1: Renault retira acusações à Racing Point

F1: Renault retira acusações à Racing Point

Ferrari é única equipe que continua na briga

A Renault comunicou que retirou as acusações apresentadas para revisão da penalização aplicada à Racing Point pela utilização de tecnologia proveniente da equipe Mercedes.

Os protestos apresentados pela Renault é consequente da investigação dos comissários da FIA, a Racing Point foi penalizada com 15 pontos no Mundial de Construtores e com uma multa de 400 mil euros pela utilização no RP20 de condutas de freios que faziam parte das peças listadas da Mercedes.

A Racing Point manifestou intenção de recorrer desta penalização, enquanto a Ferrari de apelar também no que respeita às consequências para a equipe adversária, que pôde manter os componentes para este Mundial.

McLaren e Williams também chegaram a mostrar a mesma intenção da Ferrari, mas acabaram por não dar prosseguimento. A Renault anunciou oficialmente que retirou o seu apelo justificando, em comunicado citado pelo site da F1 que “esta controvérsia de início de época deve ser deixada para trás”.

Fica por saber se a Racing Point mantém as intenções de recorrer da penalização e se a Ferrari de apelar para o seu agravamento.

Sem Comentários

Insira um Comentário