Equipes Can-Am enfretam altas temperaturas e trechos inéditos na 22ª edição do Rally RN 1500

Equipes Can-Am enfretam altas temperaturas e trechos inéditos na 22ª edição do Rally RN 1500

Can-Am Monster Energy e Bompack Can-Am correm de Maverick X3 com grandes chances de pódio

 As equipes apoiadas oficialmente pela Can-Am enfrentam mais um desafio pela segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. De 9 a 13 de setembro, pilotos e navegadores da Can-Am Monster Energy e da Bompack Can-Am estarão voando baixo com seus UTV Can-Am Maverick X3, pelas 4 etapas da 22ª edição do Rally RN 1500. Dessa vez, 90% são trechos inéditos e desafiadores, partindo de Campina Grande (PB) e chegando a Mossoró (RN).

Na liderança do campeonato de Rally Cross Country, Bruno Varela e Gustavo Bortolanza largam pela Can-Am Monster Energy com a missão de segurar o lugar mais alto do ranking. “Tivemos um início de temporada sensacional. Para o RN 1500, são muitas equipes bem preparadas e um grid numeroso. Sabemos que será difícil repetir o desempenho do Rally do Jalapão, mas estamos muito motivados e preparados para superar o que vier pela frente”, comentou Bruno Varela que, juntamente com seu navegador, Gustavo, somam 75 pontos no campeonato pela categoria UTV 1, até agora.

Ainda pela equipe Can-Am Monster Energy, Reinaldo Varela e o navegador Gustavo Gugelmin, acreditam que o clima do sertão nordestino vai ser o maior desafio do trajeto. “Serão mais quatro dias desafiadores e temos de respeitar o Sertão nordestino. Campina Grande tem clima mais ameno, mas depois, enfrentaremos temperaturas muito altas, o que torna a prova mais cansativa, exigindo ainda mais das equipes. Mas estamos preparados para enfrentar todos esses obstáculos”, completou Reinaldo Varela que, com seu navegador Gustavo Gugelmin, encerrou a primeira etapa em segundo lugar, vencendo uma das especiais e acumula a liderança do campeonato na categoria UTV Over Pro

Também pilotando um Maverick X3 pela Can-Am Monster Energy, Gabriel Varela e o navegador Eduardo Shiga também disputarão o Rally RN 1500 com grandes chances de ótimos resultados, já que no Jalapão venceram uma das especiais. A quarta dupla da equipe, Rodrigo Varela e seu navegador Gunar Dums, entram na disputa por melhores resultados nessa etapa.

Para cruzar os 986 quilômetros pelos dois estados brasileiros, 764 deles de especiais, Deni Nascimento e Idali Bosse, da Bompack Can-Am, também estão animados com mais uma etapa. “Serão provas com trechos quase que inéditos para nós, o que nos deixa mais ansiosos para largar. As condições climáticas serão exaustivas, mas tenho certeza de o nosso Maverick X3 vai dar conta”, disse Deni que segue na vice-liderança do campeonato na Categoria UTV 1, com 65 pontos.

Além dos 40 competidores na categoria de UTV, a 22ª edição o Rally RN 1500 reúne competidores de carros e motos, e deverá manter os protocolos recomendados pelas autoridades de saúde de prevenção ao Covid-19.

Sem Comentários

Insira um Comentário