Stefano Domenicali é o “novo chefe” da Fórmula 1

Stefano Domenicali é o “novo chefe” da Fórmula 1

Indicação do italiano para se tornar o presidente e CEO da Fórmula 1 foi confirmada hoje, sexta-feira dia 25 de outubro

As noticias de bastidor se confirmaram: Stefano Domenicali vai assumir o cargo de Chase Carey como chefe da Fórmula 1 no início do próximo ano. Em uma série de declarações cuidadosamente cronometradas, a fabricante italiana de carros esportivos Lamborghini anunciou que estava deixando seu cargo como CEO da empresa para assumir uma “nova e prestigiosa função profissional” a partir de janeiro de 2021.

Falando sobre a sua nova função, Domenicali disse: “Estou emocionado por ingressar na organização da Fórmula 1, um esporte que sempre fez parte da minha vida. Nasci em Imola e moro em Monza. Permaneci conectado ao esporte por meio do meu trabalho com a Comissão de Assentos Únicos da FIA e estou ansioso para me conectar com as equipes, promotores, patrocinadores e muitos parceiros na Fórmula 1 enquanto continuamos a impulsionar os negócios.”

Chase Carey, que sempre deixou claro que não pretendia ficar na F1 por muito tempo, disse que sentiu que seu trabalho para ajudar a definir novas regras e um Acordo Concorde estabeleceram algumas bases sólidas para o futuro. Foi uma honra liderar a Fórmula 1, um esporte verdadeiramente global com um passado histórico nos últimos setenta anos”, disse o americano. “Estou orgulhoso da equipe que não apenas navegou por um 2020 imensamente desafiador, mas voltou com propósito e determinação adicionais nas áreas de sustentabilidade, diversidade e inclusão. Estou confiante de que construímos uma base sólida para o crescimento da empresa a longo prazo.”

Stefano Domenicali já conhece a careria. Ex-chefe de equipe da Ferrari, é CEO da Lamborghini desde 2016 e ajudou a levar a montadora italiana a um enorme crescimento e vendas recordes até 2019. Ao lado de sua função na Lamborghini, Domenicali serviu como presidente da comissão de monopostos da FIA, ajudando a supervisionar a reestruturação da escada do esporte motorizado júnior. A chegada de Domenicali como chefe da F1 foi bem recebida pelas equipes, que acreditam que sua experiência, habilidade e personalidade são as adequadas para levar o esporte a um futuro melhor.

Sem Comentários

Insira um Comentário