Chery comemora 21 anos da produção do seu primeiro motor no Salão do Automóvel de Pequim

Chery comemora 21 anos da produção do seu primeiro motor no Salão do Automóvel de Pequim

Maior fabricante de veículos independente da China está em “festa” 

A Chery escolheu o Salão de Pequim, que começou no dia 26 de setembro e vai até 2 de outubro, para comemorar os 21 anos da fabricação de seu primeiro motor. Hoje, o ACTECO, como é batizado, está na sua terceira geração e equipa o Tiggo 8, SUV Premium de sete lugares recém lançado pela CAOA Chery no Brasil.

Com potência máxima de 187 cv a 5.500 RPM e o torque máximo de 275 Nm (28 kgfm) de 2.000 a 4.000 RPM, o Acteco 1.6 Turbo GDI do Tiggo 8, é movido a gasolina, tem injeção direta, quatro cilindros, 16 válvulas e é equipado com intercooler e sincronismo variável de válvulas (VVT). O propulsor recebeu recentemente o título China Heart como um dos 10 melhores motores do ano na China (2019).

O primeiro motor da Chery saiu da linha de produção em maio de 1999. Naquela época, a fabricação ainda era feita com parceiros estrangeiros, pois ainda não detinha totalmente o know-how para produzir os propulsores.  Em seguida, a empresa investiu cerca de 2 bilhões de yuans e, em cooperação com a AVL, na Áustria, desenvolveu sua primeira série de motores.

Em 2003, a primeira geração do motor Chery ACTECO saiu oficialmente da linha de produção. Seis anos depois, em 2009, veio a segunda geração com maiores índices de potência, economia e emissão, o propulsor ganhou maior otimização em estrutura e ficou mais leve. Isso foi apontado como um grande avanço da indústria para aquela época. Nas versões 1.6DVVT / 1.5DVVT / 1.0TCI / 1.5TCI, foi montado em vários modelos das séries Chery Arrizo e Tiggo.

A terceira geração chegou em 2018, nas versões, 1.6TGDI, 1.5TGDI e 1.2TGDI,  apresentando 37,1% de eficiência térmica. Foi o primeiro propulsor a adotar cinco tecnologias principais da Chery, incluindo sistema de combustão iHEC (inteligente), sistema de gerenciamento térmico de aquecimento rápido, tecnologia de reforço de resposta rápida, tecnologia de redução de atrito e tecnologia leve.

Utilizando novos materiais, como bloco de cilindro de liga de alumínio de fundição de alta pressão e novas tecnologias, como design integrado modular e otimização de topologia estrutural, o motor é 21 quilos mais leve que seu antecessor, o que possibilita maior economia de combustível e melhor potência.

A Chery apresentou diversas novidades em seu stand no Salão de Pequim, que devido a pandemia da Covid-19, foi restrito para o público da China, seguindo protocolos de segurança.

Desenvolvido para atender exclusivamente o mercado chinês, o Tiggo 8 Plus é uma das principais atrações apresentadas. Considerado um modelo premium, o SUV chega para aumentar a gama oferecida pela montadora somente para o mercado local.

Destaque também para o carro conceito sedan Star, os modelos elétricos Mini Ant e Ant, além de outros modelos também exclusivos para o mercado chinês. Nenhum dos modelos apresentados tem previsão de estreia nos mercados internacionais, bem como o Brasil.

No Brasil a marca CAOA Chery oferece uma linha completa e atual de modelos para os consumidores. Recentemente, a empresa apresentou duas novidades, o sedan Arrizo 6 e o Tiggo 8 que foram desenvolvidos e testados exclusivamente para os brasileiros e já são considerados sucesso de vendas.

Sem Comentários

Insira um Comentário