O potente conceito elétrico Nissan RE-LEAF

O potente conceito elétrico Nissan RE-LEAF

Conceito de veículo elétrico oferece fonte de energia móvel após desastres naturais

A Nissan revelou um carro-conceito 100% elétrico de resposta a emergências, projetado para servir de fonte de energia móvel após desastres naturais ou condições climáticas extremas. O protótipo exploratório RE-LEAF é baseado no carro de passeio Nissan LEAF, o primeiro veículo elétrico produzido em massa no mundo.

Além das modificações para se deslocar em vias cobertas de escombros, os RE-LEAF conta com tomadas à prova d’água instaladas diretamente do lado de fora do veículo, permitindo que aparelhos de 110 a 230 volts sejam alimentados pela bateria de íons de lítio de alta capacidade do modelo.

O RE-LEAF pode ser usado em uma área de desastre, oferecendo uma fonte de energia totalmente móvel para ajudar no processo de recuperação.  O sistema integrado de gestão de energia pode alimentar equipamentos médicos, de comunicação, iluminação, aquecimento ou outros para manutenção das funções vitais.

“Estamos constantemente explorando formas para que os veículos elétricos possam enriquecer nossas vidas, indo além de proporcionar apenas o transporte com zero emissão de poluentes”, disse Helen Perry, diretora de veículos elétricos e infraestruturas da Nissan na Europa. “Conceitos como o RE-LEAF demonstram a possível aplicação dos veículos elétricos na gestão de desastres, demonstrando que tecnologias mais limpas e inteligentes podem ajudar a salvar vidas, dando maior resiliência”.

Os desastres naturais são a maior causa de falta de energia. Um relatório de 2019 do Banco Mundial constatou que abalos naturais e mudanças climáticas causaram 37% das interrupções de energia elétrica na Europa entre 2000 e 2017, assim como 44% das ocorrências de falta de energia nos EUA no mesmo período.

Quando ocorre um desastre, o tempo para que o abastecimento de energia elétrica seja normalizado é normalmente de 24 a 48 horas, dependendo da gravidade dos danos. Durante este período, os veículos elétricos podem oferecer uma fonte de energia móvel com zero emissão de poluentes para situações de emergência.

A Nissan criou o RE-LEAF para demonstrar o potencial dos veículos elétricos em situações de recuperação de desastres. Apesar de ser apenas um conceito exploratório, a tecnologia já está sendo utilizada em situações reais. No Japão, a Nissan tem utilizado o LEAF para fornecer energia e transporte em situações de emergência após desastres naturais no Japão desde 2011 e a empresa tem trabalhado em parceria com mais de 60 governos locais para oferecer suporte aos trabalhos de gestão de desastres.

Os veículos elétricos da Nissan também podem ser usados como baterias recarregáveis móveis, para fornecer eletricidade a residências e à sociedade durante situações não emergenciais por meio do sistema Nissan Energy Share, criando um modelo de distribuição de energia que também pode ser utilizado para ajudar a estabilizar a oferta e a demanda.

O RE-LEAF utiliza a capacidade de recarga bidirecional do LEAF, uma funcionalidade de série do modelo desde que este foi introduzido, em 2010. Isto significa que o LEAF pode não apenas “extrair” energia para recarregar sua bateria de alta capacidade, mas também “carregar” a energia de volta para a rede por meio da tecnologia V2G (vehicle-to-grid, do veículo para a rede), ou diretamente para aparelhos elétricos por meio da tecnologia V2X (vehicle-to-anything, do veículo para tudo).

Utilizada como uma central elétrica portátil, a última geração do Nissan LEAF e+ equipada com uma bateria de 62 kWh totalmente carregada pode fornecer a eletricidade normalmente consumida por uma residência na Europa por seis dias.

Como veículo de recuperação em desastres, o RE-LEAF pode fornecer energia para vários aparelhos simultaneamente. Alguns exemplos de uso baseados na potência de 230 volts incluem:

  • Britadeira elétrica ‒ 24 horas ‒ 36 kWh
  • Ventilador de pressão ‒ 24 horas ‒ 21,6 kWh
  • Sopeira elétrica com capacidade para 10 litros ‒ 24 horas ‒ 9,6 kWh
  • Respirador mecânico para uso em UTI ‒ 24 horas ‒ 3 kWh
  • Refletor holofote de 100 watts ‒ 24 horas ‒ 2.4 kWh

Assim que a eletricidade é religada na área, os veículos elétricos podem ser recarregados para fornecer transporte com zero emissão de poluentes – até 385 quilômetros² com uma única recarga da bateria do LEAF e+.

“Os veículos elétricos estão emergindo como uma das tecnologias que podem melhorar a resiliência no setor de energia”, disse Helen Perry. “Milhares de veículos elétricos podem ser utilizados tanto como veículos de suporte em desastres como conectados na rede por meio da tecnologia V2G, oferecendo a capacidade incomparável de criar uma central elétrica virtual para manter o fornecimento de energia”.

O RE-LEAF contribui para os três “ERs” de preparação para desastres: fornece uma resposta de emergência, contribui para a recuperação humanitária e melhora a resiliência da comunidade para o futuro.

A cor âmbar do RE-LEAF é uma referência à palavra grega clássica para âmbar, elétron, que é a origem da palavra ‘eletricidade’. Esta cor corresponde ao Nissan Intelligent Mobility Blue em referência às capacidades conectadas do conceito. A barra de luz LED montada no teto também pisca em âmbar para alertar outros usuários da proximidade deste veículo.

A fim de melhor circular o carro em estradas onde pode haver obstruções ou escombros caídos, a altura de rodagem do RE-LEAF foi aumentada de 70 mm para 225 mm com uma placa de derrapagem personalizada para proteger o piso do carro. Pneus mais largos (+ 90 mm à frente / + 130 mm atrás), caixas das rodas personalizadas, saias e pneus todo-terreno com rodas esportivas de 17 polegadas aumentam as capacidades deste protótipo.

A alta capacidade e confiabilidade da bateria de íons de lítio do LEAF garante uma fonte de alimentação estável para alimentar vários dispositivos ao mesmo tempo. O sistema de gerenciamento de energia integrado pode transmitir eletricidade da bateria RE-LEAF até uma tensão de 230V. Possui três plugues: dois soquetes externos em forma de C à prova de intempéries para fácil acesso e um plugue doméstico interno instalado no porta-malas.

Os bancos traseiros foram removidos e o piso nivelado para fornecer espaço de armazenamento para equipamentos essenciais. Há uma antepara personalizada que separa os bancos dianteiros da área de carga.

Quando o RE-LEAF chega a uma área de desastre, uma mesa extraível customizada se desdobra do porta-malas com uma tela de LED de 32 polegadas e tomada elétrica dedicada para fornecer um centro operacional para comunicações e gerenciamento do processo de recuperação.

Assim que a energia for restaurada, o LEAF pode ser recarregado usando três perfis de carregamento, até mesmo usando plugues domésticos se nenhuma infraestrutura para veículos elétricos estiver disponível nas imediações.

Tipo de carregador

Capacidade da bateria 40 kWh

Capacidade bateria 62 kWh

Plugue doméstico de 3,7 kW 11,5 horas (0-100 %) 18 horas (0-100 %)
7 kW tipo 2 7,5 horas (0-100 %) 11,5 horas (0-100 %)
50 kW CHAdeMO 60 minutos (20-80%)* 90 minutos (20-80%)*

* Tempo de carregamento indicado com base em uma carga inicial de 20% e usando um carregador rápido CHAdeMO (50 kW). A duração pode variar dependendo das condições, incluindo o tipo de carregador e sua condição, a temperatura da bateria e a temperatura ambiente no local de uso

Modelo básico Nissan LEAF Tekna
Pneus BF Goodrich Baja All Terrain Tyres 225/65/17
Rodas Compomotive MO5 8” x 17”
Arcos de Rodas GRP, personalizados de 400m, fabricados en Composite
Distância do solo 225 mm
Largura (delante/detrás) 1830 mm / 1890 mm (aumento de 1740 mm / 1760 mm)

As modificações no veículo foram realizadas pela RJN, empresa de esportes motorizados e engenharia sediada no Reino Unido, enquanto a gestão do projeto foi realizada pela GTA Global Ltd.

ANEXO
Em um relatório de 2016 da National Association of State Energy Officials, nos Estados Unidos, o potencial dos veículos elétricos após desastres naturais foi destacado: “A capacidade de levar eletricidade onde é necessária, mesmo em escala local, pode ser um recurso muito valioso durante emergências.”

Em 2019, as Nações Unidas relataram que os desastres causados ​​pela crise climática ocorrem em uma taxa semanal e que nas últimas duas décadas houve aumento de 151% nas perdas econômicas diretas de desastres relacionados ao clima. Para obter mais informações sobre como a Nissan usa seus elétricos para auxiliar nos processos de recuperação após um desastre natural no Japão: https://global.nissannews.com/en/releases/release-b8a1567ee6066d582c91ef8f1d0b47ad-190920-00 -e

1)   O “RE” se refere aos três elementos da prevenção de desastres: resposta, recuperação e resiliência
2)   Padrão WLTP – Procedimento Mundial de Teste Padronizado de Veículos Leves

Sem Comentários

Insira um Comentário