Vitrificação de pintura pode valorizar seu veículo

Vitrificação de pintura pode valorizar seu veículo

A solução traz proteção e brilho e garante cuidado com veículos a um preço mais acessível; especialista esclarece as principais dúvidas sobre o assunto 

Já pensou em uma técnica para manter seu carro mais tempo limpo e protegido? A vitrificação de pintura surge como uma solução para corrigir marcas e proteger a pintura do veículo de três até cinco anos, além de reduzir custos com limpezas periódicas.  O brasileiro tem costume de comprar carros usados ou mesmo vender seu veículo para dar entrada em outro por isso procura soluções para mantê-los conservados.  Para se ter uma ideia, as Transações de veículos usados crescem 10,44% em agosto, de acordo com dados da FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores.

Segundo o especialista em serviços automotivos, Thiago Sheralli, que atua no setor automotivo cerca de quatro anos e tem uma loja de serviços estéticos localizada em Alphaville – Barueri, um carro bem conservado e esteticamente apresentável faz toda a diferença – principalmente na hora de vender ou trocar. “Um bom comprador está sempre atento ao estado do carro e a pintura é um dos pontos que mais se destaca. Por isso, a vitrificação é sim um investimento, pois é mais barato conservar do que reparar”, revela.

Ainda de acordo com ele, para realizar a vitrificação o primeiro passo é preparar a superfície. “Antes de mais nada, é necessário realizar os processos de lavagem, descontaminação e o polimento técnico, com correções de riscos e marcas de lavagens incorretas, aquelas marcas circulares que são feitas quando se lava o carro em lava-rápido e a secam o veículo com pano de chão”, esclarece Sheralli.

Abaixo, o especialista esclarece as principais dúvidas sobre o assunto. Confira:

Qual a diferença entre polimento, cristalização e vitrificação de pintura? 

De acordo com Sheralli, o polimento é uma correção de pintura para contaminação externa do veículo, como sujeiras, a cristalização tem uma duração de até seis meses, e produtos químicos alcalinos podem retirar esse processo, a vitrificação tem uma duração mais longa.

Quem pode aplicar a vitrificação no veículo? 

É importante que a superfície esteja fria e a aplicação deve ser realizada em local coberto somente por profissionais especialistas em Estética Automotiva. “Após o preparo da superfície e realização dos processos iniciais, é aplicado o produto responsável pela vitrificação. Assim, cria-se uma película de alta resistência, que protege a pintura do carro”, esclarece Sheralli.

O que acontece após realizar o processo? 

Quando a vitrificação é feita cria-se uma nanocamada de vidro ou camada micrométrica de vidro flexível hidrorrepelente. “Dessa forma é possível preservar ao máximo a originalidade do verniz, protegendo e aumentando a vida útil da pintura, e intensificando o brilho da lataria”, conta o especialista.

Quais veículos podem aplicar a vitrificação de veículo? 

Todos automóveis, inclusive embarcações. Qualquer veículo pode aplicar o processo, que ajuda ainda mais a conversar o carro. “Não importa a cor ou mesmo o tempo do veículo, a solução ajuda a conservar e manter a estética, hoje esse processo vem se tornando mais popular e uma garantia de durabilidade para o veículo”, finaliza Thiago Sheralli.

Sem Comentários

Insira um Comentário