CAOA Chery doa máscaras para garantir a saúde e segurança nas eleições

CAOA Chery doa máscaras para garantir a saúde e segurança nas eleições

 Máscaras estão sendo produzidas na fábrica de Jacareí, SP

A CAOA Chery doará 1,35 milhão de máscaras cirúrgicas para o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o intuito de garantir a saúde e segurança de mesários e eleitores nas eleições municipais, marcada para o dia 15 de novembro. A montadora faz parte de um grupo de 25 empresas e associações que atenderam ao “aviso de manifestação de interesse” do órgão máximo da Justiça Eleitoral, para doar máscaras e equipamentos de proteção contra a covid-19.

A produção das máscaras está concentrada na unidade fabril da CAOA Chery em Jacareí (SP), onde foi instalada, em abril, uma máquina importada diretamente de Wuhu, na China, com capacidade de fabricar 100 mil máscaras por dia.

A iniciativa foi possível a partir da união com empresas líderes em outros setores. A Braskem, maior petroquímica das Américas e líder mundial na produção de biopolímeros, fez a doação de polipropileno, matéria-prima que foi transformada pela Fitesa em mantas de não tecido de padrão hospitalar e, posteriormente, doadas para que a CAOA Chery confeccionasse as máscaras cirúrgicas seguindo de acordo com as orientações técnicas desse tipo de EPI (equipamento de proteção individual).

De acordo com Carlos Alberto de Oliveira Andrade, Chairman da CAOA, desde o início da pandemia a empresa está engajada na busca por soluções que minimizem os efeitos da crise na saúde. “Sabemos o quão importante é garantir a proteção da população neste momento. Por isso, colocamos nosso equipamento e força de trabalho à disposição para produzir máscaras, que tem um padrão de qualidade tão elevado que são laváveis e podem ser reutilizadas. Acreditamos ser nosso papel como uma indústria nacional, contribuir socialmente com o país neste momento de crise”, comenta o executivo.

“Por meio de parcerias com nossos clientes e a cadeia petroquímica, somamos forças para viabilizar a produção e entrega de itens de proteção essenciais ao sistema público de saúde e para as comunidades. Acreditamos que o trabalho conjunto é um fator essencial para o combate e prevenção do novo coronavirus”, complementa Edison Terra, vice-presidente de Olefinas e Poliolefinas da Braskem na América do Sul.

Atualmente, na unidade fabril de Jacareí (SP), são produzidas cerca de 50 mil máscaras por dia, do modelo cirúrgico N95, com três camadas (tecido interno, filtro com gramatura de 40g e tecido externo), grampo de ajuste nasal e elástico de orelha. Essas máscaras possuem capacidade de filtragem superior a 98%. Todo esse processo de fabricação é realizado por uma equipe 100% dedicada, formada por 10 profissionais voluntários da empresa, entre engenheiros e analistas.

Para fabricá-las, a CAOA Chery criou um ambiente exclusivo, semelhante ao dos grandes fabricantes de equipamentos cirúrgicos: com controle de sujidade, área positivamente pressurizada, medidas de higiene extremamente restritas e EPIs especiais para os operadores.

Grande parte da produção é doada. Até agora, já foram beneficiados o Governo do Estado de São Paulo e o Sindicato dos Metalúrgicos de Jacareí. A empresa também distribuí os equipamentos periodicamente para todos os colaboradores das fábricas de Jacareí e de Anápolis e para toda sua rede de concessionárias.

Sem Comentários

Insira um Comentário