A tecnologia e a redução de mortes no trânsito

A tecnologia e a redução de mortes no trânsito

O terceiro domingo de novembro marca o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito, a data foi intitulada pela Organização das Nações Unidas

odos os dias o trânsito separa famílias e causa impactos permanentes em histórias de mães, filhos, amigos, equipes de emergência, médicos, policiais e tantas outras pessoas que acabam por se envolver em um acidente.

Segundo os dados do Relatório Estatístico da Seguradora Líder-DPVAT, o Brasil registrou apenas no primeiro trimestre de 2020, de janeiro a março, 89.028 casos de acidentes de trânsito, sendo 9.298 com vítimas fatais e 59.726 com invalidez permanente. De acordo com o estudo elaborado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a situação da segurança viária no mundo, baseados em dados de 2018, morrem por ano 19.7 mil pessoas a cada 100 mil habitantes no Brasil.

As causas são diversas, mas em primeiro lugar está a falta de atenção dos motoristas. O uso de celulares ao volante, como exemplo, apesar de ser considerado uma infração gravíssima, conforme o CTB (código de Trânsito Brasileiro), é bastante comum. O comportamento dos motoristas em geral têm se tornado motivo de discussão e estudos científicos como a pesquisa desenvolvida pela Universidade Federal do Paraná em parceria com o Observatório Nacional de Segurança Viária, apresentada recentemente em uma revista de saúde e pesquisa pública da Suíça, que demonstrou o uso desinibido do aparelho por condutores ao volante, mesmo em monitoramento.

Portanto, educar os motoristas a fim de termos vias mais seguras e com regularidade às normas é tão importante quanto puni-los. E essa é uma lição que empresas como a Pointer By PowerFleet Brasil, empresa de soluções de IoT para gestão de frotas, já aprenderam e colocaram em prática. Com o uso da telemetria para coleta de dados, análise de uso do veículo, gestão de frotas, manutenção preventiva e prevenção de acidentes já é possível garantir a parte mecânica da operação. No entanto para o aspecto humano a Pointer também trouxe ao mercado soluções que visam resultados efetivos à sociedade.

O Driver Feedback, disponível naSolução Pointer Safety, utiliza sensores conectados aos veículos que garantem a segurança nas vias ao reduzir as falhas humanas, educando o motorista em tempo real, pois mostra se ele dirige de forma segura, se faz curvas erradas ou perigosas, ou ainda se está usando o freio de forma imprudente. Essas informações são capazes de transformar o comportamento dos condutores para sempre.

Já as câmeras do Pointer View são dotadas de inteligência artificial capazes de reconhecer padrões não desejados como ultrapassagem em faixa contínua, direção com celular, dirigir sem cinto, falta de respeito ao pedestre e até mesmo distância do veículo da frente. Com isso é possível classificar os motoristas em pontuações de risco conforme o número de infrações de trânsito cometidas, por exemplo. E com esse tipo de informações em mãos, as empresas podem propor medidas educativas, reciclagens e se for o caso tirar de circulação aquele colaborador que está mais propenso a cometer acidentes. Por outro aspecto, as câmeras proporcionam ao gestor da frota posturas mais proativas em relação a prevenção de acidentes. Além de controlar rigorosamente o tempo que o motorista está no volante, as câmeras tiram fotos e os sensores conseguem detectar comportamentos que indicam cansaço ou sono.

Minimizar acidentes e diminuir os riscos de morte no trânsito é um dever dos motoristas, empresas de frotistas e dos desenvolvedores de tecnologia. Unidos, vidas são salvas!

Fonte: Daniel Schnaider, CEO da Pointer by Powerfleet Brasil, líder mundial em soluções de IoT para redução de custo, prevenção de acidentes e roubos em frotas. Integrou a Unidade Global de Tecnologia da IBM e a 8200 unidade de Inteligência Israelense. É jornalista, autor e economista pela universidade Haptuha de Israel e pioneiro do comércio eletrônico e pagamento digital

 

Sem Comentários

Insira um Comentário