Chile lança programa para renovação de táxis convencionais para 50 táxis elétricos BYD

Chile lança programa para renovação de táxis convencionais para 50 táxis elétricos BYD

Ministério das Minas e Energia busca acelerar a introdução de veículos elétricos no Chile, concedendo cofinanciamento de até US $ 11.000 para aquisição de táxis elétricos BYD

O Ministro de Minas e Energia, Juan Carlos Jobet, e a Ministra de Transportes e Telecomunicações, Gloria Hutt, lançaram na semana passada um novo programa para promover a eletromobilidade na área de táxis. “Meu Programa de Táxi Elétrico”, que fornece cofinanciamento de até US$ 11.000 para proprietários de táxis convencionais trocarem seus  veículos por táxis BYD 100% elétricos.

O Ministro de Energia e Minas, Juan Carlos Jobet, declarou durante o lançamento do programa, “Hoje existem barreiras significativas para os taxistas terem acesso a veículos elétricos, principalmente em termos de investimento inicial, conhecimento de tecnologia e do carregamento da bateria. Por isso, lançamos este programa para levar os benefícios da eletromobilidade aos taxistas e usuários”.

A Ministra dos Transportes e Telecomunicações, Gloria Hutt, destacou que, “Nossa prioridade em termos de eletromobilidade é o transporte público e a promoção da inclusão de veículos como táxis e ônibus”, reforçou ela. “Iniciativas como essa, além de outras que impulsionamos do Ministério dos Transportes, estão acelerando o uso de frotas mais sustentáveis com custos operacionais significativamente mais baixos. Além disso, os novos veículos trazem melhorias no conforto para os usuários, principalmente devido a viagens mais suaves e silenciosas”, completou Gloria.

A iniciativa, que inclui também a compra e instalação de um carregador elétrico doméstico e a monitorização do funcionamento dos veículos novos durante um ano é implementada pela Agência de Sustentabilidade Energética, que também irá aconselhar os operadores nas suas aplicações.

Ignacio Santelices, Diretor Executivo da Agência, destacou que operar um táxi elétrico significa cerca de 70% de economia de custos em comparação com um veículo a gasolina. Além disso, “Um veículo elétrico tem manutenção mais barata do que os veículos convencionais, portanto, é economicamente e ambientalmente conveniente”, afirmou.

Atualmente, no Chile, são 1.769 veículos elétricos, entre ônibus, veículos leves e caminhões. Esses 50 táxis BYD serão a maior frota de táxis do país latino-americano.

“O recebimento desta licitação demonstra nosso compromisso com o Chile e a eletromobilidade e como a BYD se posicionou como uma marca madura e sólida globalmente. Este é mais um passo no caminho para o transporte com emissões zero. Com nossa contribuição, esperamos disseminar o uso de veículos elétricos em diversos segmentos”, explicou Tamara Berríos, Gerente da BYD no Chile. “Hoje começamos com a maior frota de táxis elétricos do país e esperamos acompanhar os operadores nessa experiência. Além de sustentáveis, esses veículos geram grande economia na operação e manutenção. Na BYD, temos o orgulho de continuar a liderar o mercado e expandir a revolução da eletromobilidade”, observou a executiva da empresa. 

 

 

Sem Comentários

Insira um Comentário