Carro parado: cuidados com a palheta do para-brisa

Carro parado: cuidados com a palheta do para-brisa

Especialista dá dicas para manter a qualidade da peça mesmo durante a pandemia

As palhetas dos para-brisas dos veículos são itens essenciais para a segurança dos passageiros. Além de limpar o vidro, elas também são responsáveis por manter a nitidez da visão do motorista em dias chuvosos. Por isso, são necessários alguns cuidados para manter a qualidade da peça.

O ressecamento das borrachas das palhetas é um dos acontecimentos mais comuns que levam ao fim da qualidade do produto. No atual cenário de pandemia, durante o qual os veículos ficam mais tempo sem uso, expostos à variação climática e o limpador na mesma posição por um longo tempo, essa situação pode ocorrer com mais frequência. Esguichar água no para-brisa e ativar os limpadores uma vez por semana, assim hidratando a borracha e movimentando a palheta, são alguns dos cuidados simples que podem minimizar a situação.

Além desses, existem outros passos para manter a qualidade da palheta. São eles: evitar estacionar o veículo diretamente exposto ao sol, utilizar um limpa para-brisa de qualidade, garantir que a reinstalação dos braços do limpador seja feita corretamente e, caso seja possível, mantê-los erguidos, sem contato com o para-brisa.

Apesar de a substituição da palheta ser necessária uma vez por ano, existem casos em que é necessário trocá-la antes. “A palheta é um dos componentes mais simples de se identificar o momento da troca. Quando começarem a aparecer listras residuais de água no para-brisa, áreas intocadas pela palheta, camadas finas de sujeira ou vibração, é o momento da substituição”, orienta Marcelo José Lopes, coordenador de Vendas da Dyna, empresa parceira do e-commerce AutoZ.

Segundo o coordenador, no momento da compra das palhetas, uma boa dica para identificar se a peça é de qualidade é verificar a procedência da marca que irá consumir.

A falta de manutenção desta peça pode, além do ressecamento, causar defeitos de limpeza e ruídos indesejáveis. Além disso, por serem consideradas itens de segurança, palhetas em mau estado de conservação resultam em infração grave, com retenção do veículo.

Sem Comentários

Insira um Comentário