Saiba como fazer o recall de seu veículo

Saiba como fazer o recall de seu veículo

Artigo de especialista mostra a importância do recall

O recall ainda é um fantasma que assombra montadoras, concessionárias e donos de automóveis. E, se seu carro for convocado, você saberá o que fazer? Vamos agora desmistificar o recall explicando passo a passo como proceder se for necessário.

Em primeiro lugar, o recall é um serviço previsto pelo Código de Defesa do Consumidor que as concessionárias devem prestar gratuitamente e sem prazo de validade aos proprietários quando defeitos na fabricação são detectados – assim que o problema é descoberto, a montadora deve colocar um informativo em seu site, em meios de comunicação, além de avisar o fato ao Ministério da Justiça e ao Procon.

Com Novo Código de Trânsito, a questão dos recalls entra em destaque. Caso um veículo tenha sido convocado para conserto e o proprietário não tome as providências, o licenciamento anual não será liberado. O documento, que agora é virtual, não será disponibilizado em caso de recall pendente. É uma maneira de garantir a segurança de motoristas e pedestres, uma vez que os carros com defeitos de fabricação podem ocasionar riscos.

Para saber se seu carro está na lista dos contemplados, você pode acessar o site oficial do fabricante, no site do Detran – informando o número do Renavam do veículo e o CPF do proprietário. A Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor) também publica essas informações, bem como aplicativos e sites especializados em recall. Além dos órgãos oficiais, existe um aplicativo para celular que avisa quando uma campanha de recall é lançada.

Após verificar a necessidade de realizar o procedimento, deve-se agendar e levar o automóvel conforme for conveniente ao cliente. É importante ressaltar que, caso a peça que precisa ser substituída não esteja disponível, o consumidor pode acionar o Procon. Não pode haver dificuldade, demora ou qualquer tipo de transtorno no momento do reparo.

Por fim, lembre-se de que não são apenas os carros seminovos que estão passíveis de serem convocados, os zero-quilômetro também, por isso é sempre bom acompanhar as notícias do mercado.

 

Autor: Vinicius Melo é CEO do PapaRecall

Sem Comentários

Insira um Comentário