Procedimentos para instalação de juntas homocinéticas

Procedimentos para instalação de juntas homocinéticas

Lubrificação correta e uso de ferramentas adequadas são algumas das recomendações

As juntas homocinéticas tem como função transmitir a energia gerada pelo motor para as rodas e compensar os movimentos angulares e telescópicos da suspensão. Por isso, é considerada peça de grande relevância para o bom desempenho do veículo e, portanto, merece alguns cuidados na hora da manutenção.

A junta fixa atua no lado da roda nos veículos de tração dianteira, permitindo movimentos angulares. “Ao substituir esta peça é muito importante fazer a lubrificação correta com a graxa indicada pelo fabricante e ao instalar as coifas usar as abraçadeiras, fechando com alicate especial”, adverte Eduardo Guimarães, técnico da Nakata. Assim, resultará num aperto adequado, sem rasgar a coifa ou acabe se soltando. “Isto possibilitaria a entrada de agentes externos, como terra, areia e água, danificando a peça em baixa quilometragem”, explica.

Guimarães recomenda também fazer o aperto da porca de fixação da junta com torquímetro, observando a especificação de torque, que consta na tabela enviada junto com a embalagem, de acordo com a aplicação de cada veículo.

A recomendação é inspecionar as juntas homocinéticas periodicamente já que sobrecarga, buracos, falta de manutenção e alinhamento, podem comprometer o bom funcionamento.

Sem Comentários

Insira um Comentário